Especialista aponta 5 erros ao mudar de carreira na pandemia

Mudando de carreira
Susanne Anjos Andrade, especialista em desenvolvimento humano e autora do best-seller
“O poder da simplicidade do mundo ágil”, alerta possíveis armadilhas para este momento.

A pandemia do novo coronavírus fez com que muitos profissionais buscassem uma verdadeira reinvenção, mudando de carreira e a forma de se readaptar a esse “novo normal” também no mercado de trabalho.

Diante do movimento atípico nas empresas, as pessoas chegaram a buscar até mesmo uma mudança na carreira para se manterem na ativa em meio a essas transformações. Entre elas, estão a perda de espaço de algumas profissões devido ao distanciamento social e, ao mesmo tempo, a ascensão de outras funções.
Por outro lado, essa virada radical na carreira também pode levar esses candidatos a cometer erros que podem custar uma oportunidade ou até mesmo a reputação. A especialista em Desenvolvimento Humano e autora de best-sellers sobre o tema, Susanne Anjos Andrade, ressalta que muitos tentam seguir a mesma trajetória de alguém da família ou amigo próximo com sucesso em determinada área de atuação.
Diante do atual contexto de profundas mudanças, a especialista aponta os cinco maiores erros cometidos pelas pessoas na tentativa de mudar de carreira. Ela também aproveita para apontar formas de lidar com esse contexto no pós-pandemia.

Mudando de carreira: Ir na “onda” de terceiros

Um desses erros é a pessoa ir na “onda” de um amigo ou alguém da família que obteve sucesso em algum tipo de atividade. Susanne mostra que é bem provável que o profissional se frustre com a experiência se aquilo não tem nada a ver com o seu perfil.
“Por isso, é importante identificar o seu propósito, o que realmente faz sentido em sua vida. Em meu livro “O poder da simplicidade no mundo ágil”, eu apresento uma ferramenta que ajuda na busca dessa identificação: ‘O melhor de mim’”, aponta.

Mudando de carreira: Eliminar toda experiência anterior

Outro equívoco na opinião da especialista é querer partir do zero, mudar completamente e eliminar toda a bagagem e experiência adquirida ao longo dos anos. É preciso examinar como o interessado pode aproveitar essa bagagem em sua nova profissão.
“Um profissional de tecnologia que decide atuar como coach, por exemplo, pode ser especialista em clientes dessa área, uma vez que já conhece bem o mindset desses profissionais e tem diversos contatos. Aproveite também essa rede de contatos profissional para fazer networking e potencializar oportunidades através de relacionamentos que você já tinha”, orienta.

Mudando de carreira: Fazer uma nova graduação

Voltar a fazer uma graduação é perda de tempo, aponta a especialista. Susanne sugere estudar uma pós, uma especialização ou até mesmo um curso de curta duração em sua área de interesse.
“Pratique e vá em frente, pois o mercado está cada vez mais aberto a contratar profissionais de diversas áreas para uma vaga específica. Há empresas que investem e treinam profissionais que apresentam habilidades paralelas importantes para uma determinada vaga.”

Mudando de carreira: Não avaliar o contexto 

Não avaliar o contexto é outro erro muito comum, revela Susanne. Ela afirma que é essencial buscar uma visão mais sistêmica, mais estratégica dessa nova escolha.
“Quanto mais você se informar sobre as tendências da profissão no mercado de trabalho, melhor. Leituras elucidativas e conversas com profissionais que atuam na área ajudam bastante, assim como ferramenta de busca de contatos e conexões para um maior entendimento.”

Mudando de carreira: Não se preparar para concorrência

Outro erro na avaliação da especialista é correr o risco de mudar sem se preparar para concorrer com quem está no mercado há mais tempo. É preciso estar preparado, se aperfeiçoar, realizar cursos, desenvolver habilidades e treinar.
“Além disso, busque um diferencial para você se destacar a partir de um posicionamento”, sugere.

Mudando de carreira: Sobre Susanne Anjos Andrade

Susanne Andrade é autora dos best-sellers “O Poder da Simplicidade no Mundo Ágil”, “O Segredo do Sucesso é Ser Humano”, e do livro digital “A Magia da Simplicidade”.
É coach, palestrante e professora de cursos de MBA pela FIAP em disciplinas sobre carreira, coaching, liderança e gestão da mudança para a transformação digital.
É Head de Soft Skills na NL Pro, e sócia-diretora da A&B Consultoria e Desenvolvimento Humano, empresa que criou o “Modelo Ágil Comportamental”. Também atua como voluntária no Grathi e é colunista no portal IT Forum 365, na coluna Desenvolvimento Humano 4.0.

1 COMENTÁRIO

  1. […] Diante do movimento atípico nas empresas, as pessoas chegaram a buscar até mesmo uma mudança na carreira para se manterem na ativa em meio a essas transformações. Entre elas, estão a perda de espaço de algumas profissões devido ao distanciamento social e, ao mesmo tempo, a ascensão de outras funções. Por outro lado, essa virada radical na carreira também pode levar esses candidatos a cometer erros que podem custar uma oportunidade ou até mesmo a reputação. A especialista em Desenvolvimento Humano e autora de best-sellers sobre o tema, Susanne Anjos Andrade, ressalta que muitos tentam seguir a mesma trajetória de alguém da família ou amigo próximo com sucesso em determinada área de atuação. Diante do atual contexto de profundas mudanças, a especialista aponta os cinco maiores erros cometidos pelas pessoas na tentativa de mudar de carreira. Ela também aproveita para apontar formas de lidar com esse contexto no pós-pandemia. Veja as dicas completas AQUI. […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui