5 técnicas para relaxar e lidar com situações de crise

5 técnicas para relaxar e lidar com situações de crise

Conheça algumas técnicas para relaxar e evitar o estresse diante dos problemas e melhore sua qualidade de vida.

Quem é que nunca precisou lidar com uma situação que exigisse grande esforço emocional, não é mesmo? Para lidar com esses momentos de ansiedade, medo e estresse, somente com uma boa técnica para relaxar. O estresse, além de afetar a mente, também pode ocasionar doenças físicas, alergias e tensões musculares. Por isso, manter o equilíbrio é essencial para preservar a vida pessoal e também a profissional. Confira neste artigo algumas técnicas para acalmar a mente e corpo.

Sintomas do estresse 

Manter a calma nem sempre é fácil, principalmente diante de problemas. Às vezes a ansiedade e a raiva tomam conta e causam danos que podem ser irreparáveis. No emprego, você corre o risco de não ter um bom desempenho, por exemplo. Veja abaixo quais são os principais sintomas do estresse:

  • Sensações de nervosismo, ansiedade e desespero;
  • Raiva e falta de paciência;
  • Vertigem;
  • Dificuldade para se concentrar e ser produtivo no trabalho;
  • Sensação que tudo está desmoronando;
  • Problemas para dormir;
  • Indecisão.

 

Para entender melhor como as técnicas de relaxamento funcionam nos períodos de crise mais intensa, conversamos com o massagista, acupunturista e professor de Yoga, Marcelo Lourenço.

Para o especialista, o equilíbrio é fundamental para manter a saúde em dia.

“Vários processos orgânicos são desencadeados preparando corpo e mente para a ação. Ficar recluso numa condição como essa só faz o organismo se armar mais, liberando hormônios que vão, por exemplo, inibir o sono, elevar os níveis de glicose no sangue, constringir vasos sanguíneos e aumentar a frequência cardíaca, elevando a pressão arterial etc, tudo com a intenção de preparar o corpo para um esforço iminente. Quando esse esforço não é exercido os sintomas tendem a se agravar conduzindo a um estado de  desequilíbrio ou desordem. A queda na imunidade é um dos efeitos, exatamente neste momento crítico de risco de adoecimento em que precisamos contar com um o sistema imune afiado”, disse Lourenço.

1- Técnica para relaxar com Meditação

A meditação é uma antiga técnica que tem como função ajudar a harmonizar emoções. Ela é uma das formas de promover a paz e aprender a lidar com as dificuldades. A principal maneira de praticar a meditação é trabalhar a concentração do corpo e da mente. Você pode, por exemplo, ficar com os olhos fechados por um tempo e concentrar a atenção na respiração. Esta é uma das melhores opções de técnicas para relaxar.

“No Zen-budismo pratica-se zazen, o sentar imóvel em meditação. Ao praticar zazen, treinamos o olhar persistente e atento, quase obstinado, para tudo o que surge no corpo-mente. O praticante avançado permanece por horas ininterruptamente refinando o olhar sobre si mesmo, até que não reste mais um ‘si mesmo’, mas apenas uma percepção lúcida e clara do momento presente. Já o iniciante experimenta transformações profundas, em pouco tempo adquire controle sobre a fala e a mente discursiva, e suas ações ganham novas motivações.”, disse o profissional sobre a técnica de meditação.

2 – Técnicas para relaxar: yoga para a mente e o corpo

A Yoga é uma técnica oriental que, através de exercícios, movimentos e respiração, proporciona a sensação de bem-estar e equilíbrio. 

A prática também contribui para que o indivíduo seja conduzido em um caminho de compreensão de si mesmo. Ela é um estilo de vida que pode ser adotado por adultos e crianças sem restrições. Para quem quer evitar crises de estresse e ansiedade em momentos difíceis, ela pode ser uma grande aliada.

Para Marcelo, a prática regular de yoga, se bem orientada, deve levar o praticante a perceber, reconhecer e compreender, pelo treino da auto-observação, seus mecanismos mentais, seus gatilhos emocionais, e aprender a desarmá-los. “O yoga oferece diversas técnicas que têm a intenção de treinar a introspecção e que levam o praticante a reconhecer e lidar com as formações mentais. Também propõe outras tantas técnicas físicas que atuam sobre as emoções, sobre a psique, transformando as emoções e modificando estados da mente. Com a prática regular surge um natural distanciamento do discurso mental e suas relações com as sensações e emoções, e nos tornamos menos suscetíveis aos estímulos externos.”

Estou em um momento de alto estresse ou preocupação, o que fazer de imediato?

Em alguns momentos, o estresse é tão alto que fica difícil controlar e retomar as atividades da rotina, não é mesmo? Para Marcelo Lourenço existem dois caminhos possíveis para recuperar o relaxamento: o do aquietamento e o do extravasamento.

“O do aquietamento, quando a prática é contemplar serenamente a inquietude ou qualquer
outra emoção presente; e o do extravasamento, quando direcionamos a ansiedade para uma atividade específica que vai ocupar o corpo e a mente. Ambas são eficazes a depender do momento e de como essa crise se apresenta. Se há ansiedade e agitação é possível que práticas que favorecem o aquietamento sejam mais efetivas. Nos casos em que surge letargia, excesso de sono e tendência à depressão, uma atividade intensa pode ser mais indicada.

Como colocar em prática agora mesmo

O especialista explica o passo a passo:

Se optar pelo aquietamento, sente-se sobre os ísquios (os ossos da base do quadril) numa almofada alta posicionada sobre um tapete e com as pernas cruzadas fora dela, ou na cadeira, mas sem utilizar o encosto da cadeira. Se sentir desconforto lombar ou nas pernas, recoste apenas a região sacroilíaca. O ideal é que o quadril permaneça perpendicular e a coluna ereta sem estar excessivamente tensionada. Busque conforto procurando relaxar na postura.

Deixe os ombros baixarem suavemente e relaxe os músculos da face. Você pode fechar os olhos ou mantê-los abertos, mas sem julgar o que sua visão percebe, sem julgar sons e odores ou qualquer outra sensação que possa surgir. Passe a observar sua respiração, inicialmente sem a intenção de controlar o ritmo respiratório.

Em seguida assuma suavemente o controle, tomando uma inspiração profunda e lenta, e solte o ar devagar. Ao respirar assim, com inspirações levemente mais profundas seguidas de longas, lentas exalações, estamos dizendo ao corpo: “está tudo bem agora”, revertendo os efeitos físicos do estresse.

Já o extravasamento pode ser dirigido, por exemplo, para uma atividade aeróbica, e nesse sentido as linhas de yoga que oferecem práticas mais vigorosas e intensas, onde se combina a execução posturas (ásanas) e o controle da respiração, são excelentes aliadas.

Marcelo explica que qualquer atividade prazerosa pode ajudar no alívio do estresse e alerta para evitar usar alimentos ou vícios como forma de extravasar.

3 – Técnicas para relaxar: pratique exercício físico

O exercício físico podem ser ótimos remédios contra o estresse. A prática regular de atividades ajudam a reduzir a ansiedade, recupera o humor e proporciona a sensação de bem-estar.

Ao se exercitar, o corpo libera diversas substâncias benéficas, como a endorfina. O neuro-hormônio ajuda a regular as emoções, relaxa e causa aquela sensação de realização. Se você quer inserir na sua rotina uma técnica para relaxar, procure uma atividade prazerosa e agradável. Pode ser dança, natação, futebol, luta, musculação, etc.

4 – Tenha uma boa alimentação

A alimentação está diretamente relacionada com a redução do estresse. Quando você não escolhe um alimento nutritivo e opta por pratos repletos de açúcar e gordura, o primeiro a sentir é seu corpo. Uma dieta balanceada promove a sensação de saciedade e faz o corpo funcionar perfeitamente. Por isso, alimentar-se bem é uma das técnicas para relaxar. Veja abaixo alguns dos alimentos que contribuem com a mente ansiosa: 

  • Alface;
  • Espinafre;
  • Brócolis;
  • Peixes e frutos do mar;
  • Laranja;
  • Castanha-do-pará;
  • Banana;
  • Batata; 
  • Maracujá.

Sem dúvidas, comer bem é uma das melhores técnicas para relaxar. Para Marcelo Lourenço, “os maus hábitos alimentares acabam por gerar distúrbios orgânicos que derrubam as barreiras imunológicas, além de gerar uma propensão a processos
inflamatórios e à irritação de diversos tecidos do corpo”.

Para as pessoas que buscam uma alimentação balanceada há saída, basta realizar a dieta certa de acordo com as características do seu organismo. A dica é procurar um terapeuta ayurvédico ou um nutricionista.

“Há no yoga e no milenar sistema de medicina associada a ele, a ayurveda, uma classificação dos alimentos em: alimentos tamásicos, que induzem à letargia, sonolência, sensação (e ganho) de peso, indisposição e acúmulo de toxinas (doces, frituras, alcoólicos, carnes escuras, ovos e laticínios, frutas muito amadurecidas, congelados, conservas, enlatados e embutidos, alimentos aquecidos no micro-ondas etc); alimentos rajásicos, que podem provocar a irritação dos tecidos e o surgimento de processos inflamatórios, além de agravar quadros de ansiedade (entre eles estão o açúcar refinado, o café, carboidratos refinados e algumas carnes); e sátvicos, que favorecem os processos corpóreos nutrindo adequadamente o corpo e promovendo uma boa saúde (grãos em sua maioria como o trigo, o arroz integral, a cevada e a aveia, algumas sementes, hortaliças frescas ou levemente cozidas, condimentos diversos como cúrcuma, canela, cardamomo, coentro e gengibre, azeite de oliva e óleo de gergelim e a maioria das frutas da estação).”, argumentou Lourenço.

5 – Técnica de respiração 

A respiração é uma excelente técnica para se acalmar. Para isso, você deve respirar da maneira correta, ou seja, usando a musculatura do diafragma. Outra dica é respirar com calma, realizando pausas na hora de inspirar e expirar. Veja abaixo como realizar a respiração para relaxar.

  • Alongue a caixa toráxoca e o abdômem. Deixe o ar sair por mais tempo do que a entrada. Sinta a expansão.
  • Respire pelo diafragma expandindo e contraindo o abdôme.
  • Alterne as narinas na hora de respirar. Inspire pela direita e solte pela esquerda. Use o dedo para tampar.

Respirar bem é uma das técnicas para relaxar.

Agora que você já sabe algumas técnicas para relaxar, que tal começar a colocar em prática agora mesmo? Manter o equilíbrio emocional é essencial se você quer manter as relações pessoais e conquistar novas vagas de emprego.