6 dicas de organização financeira para 2021

organização financeira

Entenda a importância do planejamento financeiro e como fazê-lo

Os primeiros meses do ano são marcados por diversos compromissos financeiros extras que, se não forem organizados, podem comprometer o orçamento do resto do ano e fazer com que as pessoas caiam em empréstimos ou uso do cheque especial, com taxas de juros excessivas.

Esse descontrole e estresse financeiro podem ser muito prejudiciais para a vida das pessoas, inclusive no ambiente corporativo. Segundo estudo do Benchmark internacional PayActiv, 53% dos colaboradores que sofrem de estresse financeiro dizem que o tema interfere na sua capacidade de foco e produtividade no trabalho.

Organização financeira: Dica  O que conta a Controller

Michelle Dorigon, Controller da Xerpa, startup que criou o Xerpay, app que dá acesso imediato ao salário e ao 13º, de acordo com os dias trabalhados, em qualquer momento do mês ou do ano, explica: “Para controlar as primeiras despesas do ano, dedique um tempo para planejar as finanças do primeiro trimestre ou semestre.

Comece listando tudo que entra e sai dentro de um período salarial, você pode registrar em uma planilha, caderno ou até em aplicativos de controle financeiro pessoal. Separe as despesas fixas e acrescente as variáveis/custos extras por categoria: mercado, roupas, cuidados pessoais, viagens e etc.

Veja o quanto irá precisar para pagar todas as contas e, se for preciso, utilize parte do 13º salário para quitar as primeiras despesas do ano e não iniciar 2021 no vermelho”.

Dependendo da realidade, a lista das primeiras despesas do ano pode ser grande. Entre os gastos mais comuns estão o pagamento de impostos como IPVA e IPTU, seguro do carro, matrícula dos filhos na escola ou universidade e material escolar. Além, é claro, das compras extras com as festividades de final de ano.

Organização financeira: O cuidado com o orçamento

E é necessário ressaltar o cuidado para não acabar desequilibrando o orçamento, ao pagar as dívidas de início de ano e prejudicar o resto das suas contas. Por isso, é muito importante fazer um planejamento financeiro, uma ferramenta necessária para ajudar o indivíduo a melhorar a sua relação com o dinheiro e com o consumo.

“Com um planejamento financeiro estabelecido, você poderá entender sua atual situação financeira – ótima, boa, regular ou ruim -; estabelecer metas de curto, médio e longo prazo com resultados positivos e que podem ser alcançados e poderá tomar decisões coerentes sobre o futuro”, pontua Michelle.

É através dele que você irá direcionar as suas próximas atitudes em relação ao consumo, despesas, prioridades, investimentos e aquisição de patrimônio, além de pagamento de empréstimos e dívidas. “De maneira geral, o planejamento financeiro só se sustenta quando a pessoa, de fato, estabelece metas palpáveis”, alerta.

Para que esse ano seja diferente, o Xerpay elencou 6 dicas que poderão te auxiliar no dia a dia das suas finanças:

Organização financeira: Dica 1. Seja realista e veja como vai o seu orçamento

Entenda qual a sua situação financeira atual fazendo uma análise criteriosa de todos os seus ganhos, despesas (fixas, variáveis e supérfluas) e verifique se você tem dívidas em aberto. Certifique-se de que todas as contas tenham sido pagas e se você e sua família vivem de acordo com o padrão de vida correto e sustentável para a sua renda.

Organização financeira: Dica 2. Saiba quanto você ganha x quanto você gasta

Anote todas as suas receitas (aquilo que você ganha) e quais os seus gastos fixos. Analise e deixe também uma margem para despesas variáveis e supérfluas como presentes, vestuário, lanches e etc.

Organização financeira: Dica 3. Estabeleça prioridades e metas

Agora que você já sabe, realmente, quais valores ganha e o quanto possui de despesas, pode ver com clareza as suas perspectivas para o futuro e começar o seu planejamento. Coloque em um papel os seus objetivos e estruture esse sonho.

Para conquistar a casa própria, uma viagem ou mesmo um emprego melhor, o ideal é agir desse modo: quebre uma grande meta em pequenas metas menores, que vão sendo alcançadas mês após mês.

Organização financeira: Dica 4. Evite dívidas e tente quitar as que você já possui

Pesquisas apontam que cerca de 70% das famílias brasileiras possuem dívidas em aberto. Esse tipo de situação pode te atrapalhar não apenas no momento atual, como também passar a ideia de que você é um mau pagador ao mercado.

Portanto, quite suas dívidas o mais rápido possível e, em seguida, evite grandes parcelamentos que podem acabar te prendendo em novas dívidas.

Organização financeira: Dica 5. Aprenda mais sobre finanças

A busca por conhecimento sempre é importante e transformadora. Com o avanço da tecnologia existem muitas fontes boas e seguras que propagam conteúdos relevantes sobre finanças, além de diversos cursos online, gratuitos e pagos, que vão do mais básico ao mais profissionalizante e poderão te ajudar a alcançar o seu bem estar financeiro.

Organização financeira: Dica  6. Insira em seu planejamento financeiro os investimentos

Primeiro entenda que investimento é algo em que aplicamos capital com vistas a benefícios futuros. Ou seja, é fundamental esperar o prazo do investimento até o seu retorno.

E o grande erro de muitas pessoas é achar que o investimento serve para ser aplicado hoje e retirado mês que vem. Os melhores investidores são aqueles que entendem que a aplicação precisa ser a longo prazo e manipulada com paciência.

“Em resumo, o bom planejamento financeiro envolve ter controle dos ganhos e despesas; estabelecer prioridades; evitar dívidas e quitar todas as pendências o quanto antes; planejar o futuro e ter consciência sobre a importância de poupar.

Mas, é importante ser feliz durante a caminhada. Então, programe viagens de férias dentro do seu planejamento, faça passeios com sua família e viva dentro do seu orçamento para alcançar um bem estar financeiro em 2021”, finaliza Michelle.

Organização financeira: Sobre o Xerpay

Criado em 2019, o Xerpay é uma plataforma de serviços financeiros que permite, entre outras funcionalidades, que o colaborador acesse o dinheiro do seu salário mensal e 13o, referente aos dias já trabalhados, antes da data de pagamento.

O produto, da empresa Xerpa, visa dar uma alternativa para que os funcionários não precisem recorrer a juros de cheque especial, empréstimos ou rotativo do cartão de crédito, ajudando a empresa a fortalecer a vida financeira dos seus funcionários.

Leia também – Cuidados com a saúde mental dos colaboradores trazem benefícios financeiros a empresas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui