Você já ouviu falar em gestão de tempo? Se não, talvez esse seja o melhor momento para você aprender sobre a forma como lida com o próprio tempo.

Afinal, em um mundo onde as pessoas estão cada vez mais ocupadas, é importante priorizar e entender como aproveitar melhor as horas.

Por isso, conversamos com o coach e analista comportamental Enio Melo, para entender o que é  e como funciona a gestão de tempo. 

O que é gestão de tempo? 

Gestão ou gerenciamento de tempo é o ato de planejar e executar um controle consciente sobre o tempo que você gasta em tarefas do dia a dia, de forma a aumentar a sua produtividade e eficiência.

“Mas gestão do tempo não se limita a termos uma lista de tarefas diária, vai muito além disso”, explica Enio. “Gestão do tempo é gestão da vida! Precisamos entender que, antes de ter uma lista de tarefas , temos, primeiro, uma tarefa diária que é a gestão da vida”.

Ou seja, segundo o profissional, mais do que cuidar de quantas horas você gasta fazendo as suas tarefas rotineiras, é preciso entender que a gestão do tempo diz respeito à sua vida toda. Isto é, ela precisa considerar pontos importantes, como a vida social e familiar, o trabalho e os momentos de lazer. 

Achar que a gestão de tempo tem a ver só com a produtividade no trabalho é um engano. Na verdade, o seu objetivo é tornar a sua vida, como um todo, mais bem gerida e cuidada. 

Gerenciamento de tempo tem a ver com foco

De acordo com o coach, a grande dificuldade das pessoas está no foco. E, não, não tem relação com o tempo que alguém consegue ficar concentrado em uma tarefa. Mas, sim, com o quanto sabe priorizar o seu dia a dia e ter clareza sobre o que precisa fazer. 

“A grande pergunta que todo mundo deveria fazer é: amanhã, quais tarefas eu vou realizar para chegar mais próximo do meu objetivo? O fato é que a maioria das pessoas começa o seu dia sem prioridades, sem foco. O resultado é que as horas passam e, quando chega a noite, a pessoa tem a sensação que foi ‘engolida’ por mais um dia”.

Para ele, esse planejamento é totalmente relacionado com ações e não só com ideias. Ou seja, não adianta passar os dias planejando como usar o tempo e não agir segundo as demandas que são apresentadas.

Aliás, aí vai uma dica de ouro para quem quer mais gestão de tempo no trabalho e na vida. As tarefas nunca vão parar de aparecer, portanto, quanto antes você tiver clareza dos seus objetivos, mais rápido vai aprender a gerir o seu tempo.

Por onde começar a gerir o meu tempo? 

Muito bem, existe um passo a passo para saber como mudar e passar a ter dias mais produtivos e eficientes. Segundo Enio, o primeiro ponto é adquirir consciência. “A produtividade do nosso dia a dia não tem a ver só com a gestão do tempo, mas também com a gestão da vida”, reforça ele.

Isso significa que o que você precisa é ter clareza de quais são os seus objetivos e as suas prioridades, além de como você tem gastado o seu tempo.

Em seguida, vem a parte prática. Será que você está priorizando tarefas que, de fato, colocam você mais próximo do seu objetivo? Por exemplo, se você está buscando recolocação profissional, o que você fez hoje que o deixou mais perto de um novo emprego?

“Comumente, no dia de qualquer pessoa, aparecem outras demandas, outras tarefas para serem realizadas. Essas tarefas se ‘misturam’ no dia com as tarefas prioritárias. Aí vem a decisão: o que fazer? Eu digo que uma pessoa sem consciência não será produtiva, não terá habilidade para gerir o seu tempo de forma eficaz”, explica o coach.

Por isso, priorização é a palavra chave na gestão de tempo. Saber quais são as suas prioridades e as tarefas que são mais importantes – e que vão colocar você mais próximo dos seus objetivos -, é essencial. 

Ah, e tenha em mente o tempo que você tem disponível! Não só em relação ao seu dia mais ao ano. Pensar em planejamentos semanais pode fazer toda a diferença. O ano tem 365 dias – e isso parece muita coisa -, mas só 52 semanas. Por isso ter foco e trabalhar com prioridades é tão importante.

Como manter o planejamento? 

Vamos supor que você tem clareza, entendeu as suas prioridades e já determinou o seu foco. Agora, como manter o planejamento de tempo parte do seu dia a dia? A resposta é: consistência.

“Para sermos consistentes em algo, precisamos ser frequentes! Como assim? A frequência vem antes da consistência, ou seja, a manutenção da gestão do tempo é algo diário, rotineiro. Somente assim a pessoa conseguirá manter esta prática e alcançar seus resultados!”, explica Enio.

E como isso ajuda na sua carreira? É difícil separar o profissional do pessoal e, se um lado não vai bem, o outro, com certeza, será afetado.

Olhar para a gestão de tempo como algo global, e não só focado no trabalho, pode ser o ponto-chave. Encontrar um equilíbrio é a principal meta do gerenciamento de tempo, de forma que você alcance os seus objetivos pessoais e profissionais sem deixar de aproveitar nada, com saúde e bom humor.