Você sabe como descrever suas experiências no CV?

Dentre todos os tópicos de um currículo, um dos mais importantes é o que refere-se às experiências profissionais. É nessa parte que o recrutador vai identificar o grau de conhecimento de cada candidatos, quais oportunidades eles tiveram contato, áreas de atuação e resultados obtidos.

Sabemos que um bom currículo é o único instrumento que os selecionadores têm para avaliar profissionais antes de convidá-los para uma entrevista de emprego.

Portanto, preste atenção em cada frase do seu currículo no intuito de criar uma comunicação estrategicamente vendedora e que desperte a curiosidade dos recrutadores para saberem mais sobre você.

Dessa vez, vamos trazer dicas sobre como montar a parte de Experiências Profissionais no seu currículo. Convidamos o Alexandre Fleury, diretor de RH e coach com 17 anos de experiência em Recursos Humanos para falar do assunto.

Além da vasta experiência na área, o Alexandre é o idealizador do canal SIMPLES OLHARH no YouTube.

PC – Por que a parte de Experiências Profissionais é tão importante em um currículo?

Quando o recrutador recebe um currículo para primeira triagem, irá procurar por informações específicas e necessárias para a vaga em questão.

Deixar claro no currículo as empresas em que trabalhou e as principais e significativas atividades e resultados, ajudará ao recrutador identificar o que busca de informação.

PC – Quais os principais erros que os candidatos cometem ao escrever esse tópico?

Um erro que percebo na maioria dos currículos é não informar o porte e características da empresa em que trabalha ou trabalhou.

Algo simples como: Empresa multinacional de varejo com mil colaboradores no Brasil.

Nem todos trabalharam em empresas conhecidas e deixar claro esta informação otimizará o tempo do recrutador, pois não precisará buscar a informação.

Outro erro é quantidade de informação das atividades ou responsabilidades em cada experiência. Dependendo do tempo, cargo e área de atuação esta lista pode ser grande.

Por isso, foque no que está de acordo ao seu objetivo profissional, nas atividades de maior responsabilidade e os resultados obtidos.

E por último, considero que descrever suas competências comportamentais deve ser evitado em qualquer parte do currículo.

Recebo muitos currículos com a informação de que o profissional possui excelente competência de agilidade, por exemplo.

As competências serão avaliadas pelo recrutador no momento na entrevista.

PC – Quais dicas você dá para descrever as experiências profissionais?

  • Deixe claro o tempo em que trabalhou em cada empresa.
  • Informe o porte e negócio ao qual pertence a empresa.
  • Caso tenha um histórico de crescimento de carreira em diferentes cargos ou senioridades, esclareça esta informação para que o recrutador entenda seu histórico de crescimento.
  • Seja objetivo ao descrever suas responsabilidades e com foco nas atividades estratégicas.
  • Descreva pelo menos dois resultados obtidos em projetos ou atividades e que foram significativas para a área e/ou empresa.
  • Evite descrever uma lista muito grande de atividades, tente colocar de cinco a seis itens.

PC – Tem que dizer o motivo de saída do trabalho nessa parte?

 Não. Esta informação deve ser dita em um contato telefônico do recrutador ou na entrevista de emprego.

PC – Mudei muito de emprego, qual dica você dá para descrever isso de forma atrativa?

Se você teve a oportunidade de trabalhar em diferentes empresas, seu currículo não será mais ou menos atrativo.

É uma realidade de sua carreira e das suas escolhas. Coloque toda a informação e seja claro e aberto no momento da entrevista ou contato telefônico para explicar o motivo de uma alta rotatividade no mercado.

PC – Devo descrever a minha rotina de trabalho com detalhes mais técnicos?

Se sua atividade é técnica ou ligada a tecnologia, crie uma sessão no currículo chamada Conhecimento Técnico, e descreva o seu conhecimento nas tecnologias ou linguagens deixando claro em quais delas possui certificação.

Se sua atividade de trabalho necessita de conhecimento e experiência em sistemas específicos na sua área de atuação, descreva este conhecimento em um item da parte de Qualificação Profissional.

PC – Quantas experiências profissionais são recomendáveis incluir no currículo? 

Primeiramente todas! Se são muitas e seu currículo terá mais de 3 páginas, considere as últimas três ou quatro experiências.

Lembre-se que as redes sociais também são acessadas pelos recrutadores.

Por isso, em seu perfil no Linkedin coloque todo seu histórico profissional e em seu currículo em Word ou PDF, inclua ao final o link para a rede social.

Ficou com alguma dúvida? Escreva para a gente!

Summary
Como escrever suas experiências no cv?
Article Name
Como escrever suas experiências no cv?
Description
Como montar um currículo. Como escrever as experiência profissionais no currículo. Quantas experiências profissionais colocar no currículo
Author
Publisher Name
PraCarreiras
Publisher Logo