Independentemente se você está buscando ou não uma oportunidade no exterior, ter um currículo em inglês tem sido essencial nos últimos anos. Essa é uma maneira dos recrutadores identificarem candidatos com habilidade na língua, principalmente para oportunidades em empresas globais. Além disso, nunca se sabe quando uma vaga em outro país pode aparecer. Portanto, ter um currículo em inglês atualizado fundamental.

Conversamos com a Agatha Ribeiro, que além de professora de inglês e estudante de mestrado na USP, também morou alguns anos nos Estados Unidos. Por conta dessa experiência, ela sabe distinguir exigências de um bom currículo em inglês para o Brasil e para os Estados Unidos (existem muitas diferenças). Agora é a hora de ajudar você a ter um bom currículo em inglês.

Currículo em Inglês x Currículo em Português

Para você que acompanha nossa série de Como Montar um Currículo, já sabe de diversos pontos importantes em um currículo. E, independentemente da nacionalidade do recrutador, você deve enviar um arquivo organizado, objetivo e vendável. Lembre-se que o RH costuma receber diversos currículos de uma única vez, então é preciso conseguir chamar a sua atenção com palavras relevantes.

Não desperdice parágrafos com frases genéricas ou obviedades. Se você é gerente de marketing, por exemplo, não comece a descrever suas experiências com “gerencio a área de marketing”, se você já disse o cargo que ocupa.
Também descarte características comportamentais, ou adjetivo: pontual, simpático, bom relacionamento interpessoal, inteligente, etc. Deixe para demonstrar essas habilidades durante a entrevista. Além disso, esses são atributos básicos e já esperados de qualquer candidato.

Mas vamos agora falar dos pontos mais importantes na hora de escrever seu currículo em inglês.

Currículo em Inglês: seja objetivo, muito objetivo

Como dissemos, ser objetivo é premissa básica na hora de montar um bom currículo. Mas esse fator é mais importante ainda se ele for enviado para um recrutador estrangeiro.

“Os estrangeiros, principalmente os americanos, gostam de uma comunicação limpa e livre de rodeios, quanto mais direto e objetivo, melhor. Preste atenção naquilo que chamamos de wordiness (sem palavra), que nada mais é do que usar muitas palavras para explicar algo que poderia ser dito com uma palavra só”, explica Agatha.

Agatha: "Os estrangeiros, principalmente os americanos,
gostam de uma comunicação limpa, livre de rodeios".

Prolixidade é desperdício de espaço no currículo e na entrevista. Um erro comum em ambas as situações é exagerar nos vocabulários e misturar assuntos, o que torna a narrativa cansativa e desinteressante. Portanto, foque nas informações mais importantes e vá direto ao ponto, principalmente em currículos em inglês.
Primeira informação é sempre a mais importante

Ao contrário do português, em inglês começamos a frase com a informação mais importante.

“Uma dica importante é começar a frase com a introdução do tema. Você apresenta a ideia principal e depois o complemento disso. Isso faz muita diferença, ainda mais quando o texto é longo. E se aplica tanto a currículo quanto, carta de apresentação e entrevista”, aponta Agatha.

Vamos dar um exemplo:

Português: Em 2012, iniciei um projeto na empresa que permitiu o crescimento de 10% no número de vendas.

A informação mais importante para a empresa recrutadora é o crescimento de 10% em vendas. Mas em português, costumamos a colocar todos os complementos ou informações secundárias até chegar no ponto alto da frase. Em inglês, a ordem é oposta.

Inglês: Cresci em 10% o número de vendas através de um projeto iniciado em 2012 na empresa.
Note que vamos direto ao ponto com a informação mais importante, que depois é contextualizada com o restante das frases.

Currículo em Inglês: verbos no passado + verbos fortes

Currículo em Inglês

Currículo em Inglês

Diferentemente do currículo em português, em inglês não é comum usar a voz passiva. Calma, não precisa correr atrás de seu livro de gramática, é muito mais simples do que você pensa.

Em vez de dizer:

“Relatório criado para a análise de vendas” ou “Criação de relatório para análise de vendas”.

Prefira:

Criei um relatório de análise de vendas.

“Comece sempre pelo verbo e ele deve estar no Simple Past, ou passado simples: decreased, reduced, coordinated, developed. Verbos são muito importantes porque comunicam realizações”, complementa Agatha.

A professora de inglês explica ainda que os action verbs, ou verbos de ação são considerados fortes e devem ser usados no começo da frase. Alguns exemplos de verbos de ação: aumentei, melhorei, desenvolvi, integrei, participei, testei.

Assim como em português, não use pronomes pessoais como o “eu/I” e preste atenção para não ter uma comunicação generalista.

Principais erros gramaticais

Use o passado simples, e não o perfeito

O principal erro em currículos em inglês é a própria gramática. A Agatha destaca o uso do passado perfeito (aquele que tem o verbo have) de forma excessiva e explica que em grande parte dos casos, o verbo deve estar conjugado no passado simples.

A professora também chama a atenção para o IT, que por vezes é pouco usado e em outras situações, usado sem necessidade. Ela também acha importante revisar o uso dos artigos A, AN, The.

Além da gramática

Se você pretende enviar um currículo para os Estados Unidos, ele deve ter apenas uma página. No Brasil, até duas páginas são aceitáveis, mas para os americanos isso pode denotar falta de objetividade, de acordo com a Agatha.

O uso da foto também é dispensável nesses casos, assim como sua idade e gênero. “Evite informações pessoais, coloque o seu nome em destaque e não escreva Resume ou CV em nenhuma parte do seu currículo, pois o recrutador já sabe que você está enviando um currículo”, ensina a professora.

Cuidado com o e-mail de contato. Já vi casos de e-mails como [email protected] ou [email protected] Caso seu e-mail pessoal seja assim, crie um novo que seja o mais formal possível.

“Outra dica é prestar atenção na formatação. Ela deve ser limpa e organizada, de modo a direcionar o RH para as informações mais importantes”, destaca Agatha.

E nada disso vai adiantar se você não trouxer resultados obtidos. Somente descrever suas experiências pode deixar seu currículo pobre, então inclua conquistas e resultados de cada oportunidade profissional.

“É o que chamamos de fact-based (baseado em fatos). Sempre dê um jeito de qualificar e quantificar uma informação. Demonstrar é melhor do que falar, vende mais, e isso também é aplicável no currículo em português”, complementa Agatha.

E como me preparar para uma entrevista em inglês?

Pronto. Você seguiu as nossas dicas e conseguiu enviar um currículo inglês suficientemente bom para ser chamado para uma entrevista.

Uma entrevista em inglês pode deixar muita gente nervosa. E a dica principal nesse caso é: prepare-se!

Além de estudar sobre a empresa e sobre o seu currículo em inglês, pratique as principais perguntas feitas em uma entrevista. “Vale sentar com um amigo e simular uma entrevista ou gravar e depois se ouvir. Importante é conseguir transmitir as principais mensagens em inglês”, pontua Agatha.

A professora ainda destaca grupos e fóruns de discussão em inglês na internet. “Tem um site muito bom chamado I Talki, com professores do mundo inteiro dando aulas por valores bem acessíveis. Esse pode ser um bom investimento nesses casos”, explica.

Plataforma italki: 10 mil professores do mundo todo com preços acessíveis

Já viu nossa matéria sobre cursos de inglês gratuitos?

Clique aqui e confira. Em resumo, siga essas dicas e saia na frente!

Aprenda inglês de graça

Links:

https://www.italki.com/home
https://ocs.fas.harvard.edu/resumes-cvs-cover-letters
http://hwpi.harvard.edu/files/ocs/files/undergrad_resumes_and_cover_letters.pdf
https://www.jobs.ac.uk/media/pdf/careers/resources/how-to-write-a-cover-letter-for-research-jobs.pdf
https://www.thebalancecareers.com/cover-letter-format-2060205

Em resumo, agora você já sabe como escrever um Currículo em Inglês!

Ficou com alguma dúvida? Escreva para a gente!

Summary
Você sabe montar um Currículo em Inglês e a diferença em Português?
Article Name
Você sabe montar um Currículo em Inglês e a diferença em Português?
Description
Como montar um currículo em inglês. Aprenda as principais diferenças de um currículo em outro idioma. [ Clique aqui e entenda Agora ]
Author
Publisher Name
PraCarreiras
Publisher Logo