Google search engine
InícioComportamentalSaiba como comunicar de forma assertiva nos canais digitais

Saiba como comunicar de forma assertiva nos canais digitais

Especialista aponta erros comuns e dá sugestões para as empresas sobre como se comunicar de forma assertiva nos canais digitais.

Com todas as mudanças causadas pela pandemia, os negócios e serviços digitais estiveram em destaque e devem permanecer resolvendo as demandas do ‘novo normal’. Algumas empresas já estavam integradas no online, outras tiveram que se adaptar rapidamente e buscar soluções.

A comunicação nesses canais pode ajudar ou atrapalhar a reputação dos negócios, por isso a necessidade de investir nessa área, treinar a equipe e criar uma postura de acordo com o público alvo.

“Tratar pessoas como pessoas, sempre. Seja no B2B, B2C, em atendimentos presenciais ou digitais.

Se tratamos pessoas como pessoas, todos os cuidados se tornam mais fáceis de serem praticados”, é o que destaca Matheus Jacob, economista com formação internacional em Liderança, Comunicação, Retórica e Persuasão. Para ele, alguns cuidados essenciais devem ser levados em consideração na hora de se comunicar com a audiência, já que tudo comunica.

Canais digitais: exemplos de como se comunicar

– Evitar erros de ortografia, falta de pontuação e abreviações desnecessárias;

– Organizar os atendimentos para preservar a agilidade, diminuindo as longas esperas;

– Fugir dos excessos, seja de informalidade e até de intimidade;

– Não confundir casual ou informal com amadorismo.

“Carisma e excelência na comunicação, essas são as bases do atendimento humanizado, não importa a plataforma. Hoje, todos os negócios são o que chamamos de H2H (human to human), ou seja, de pessoas para pessoas.

É fundamental sabermos ser atenciosos, respeitosos e inclusivos em todos os contatos com os clientes”, explica Jacob. Nesse sentido, conhecer à fundo o público, para quem está comunicando, é de extrema importância para uma comunicação eficiente.

Outro ponto indispensável é disponibilizar continuamente treinamentos e atualizações para a equipe, visando estabelecer a linguagem e a linearidade da comunicação do negócio. “A base da educação corporativa passa pela teoria e pela prática.

Por isso, mostrar para os colaboradores os principais erros e acertos cometidos (sem necessariamente identificar o colaborador), trazer formas adequadas de agir e ter tempo para praticar, são os pontos fundamentais para treiná-los”.

Canais digitais: com as práticas em dia

Com essas práticas em dia, é possível amenizar ou até erradicar os erros de comunicação nos canais online, pois em alguns casos pode ser fatal e causar grandes problemas organizacionais.

“Nós deixamos de frequentar ou consumir em estabelecimentos onde somos mal atendidos, isso vale também para as plataformas digitais”, finaliza.

*Matheus Jacob é formado em Economia pelo Insper, mestre em Filosofia pela PUC-SP, com educação executiva em Liderança e Comunicação pela Chicago Booth Business School e em Retórica e Persuasão pela Harvard University.

Canais digitais: desenvolver novas habilidades

Novas habilidades comportamentais: coordenadora do Centro Universitário Senac explica as habilidades fundamentais e dá dicas de como colocá-las em prática.

A chegada do coronavírus provocou transformações, fez com que diversos setores se reinventassem e alterou os hábitos das pessoas ao redor de todo o mundo. Uma das grandes mudanças causadas pela pandemia está diretamente relacionada às habilidades e competências que serão necessárias para os profissionais no mercado de trabalho no pós-pandemia.
Mas, o que será exigido no ‘novo normal’ e como será esse processo de recomeço? Como o chamado mundo VUCA pode influenciar esse cenário?
Para Mariana Bortolazzo Prezutti, coordenadora da área educacional e de apoio psicopedagógico do Centro Universitário Senac – Águas de São Pedro, adaptabilidade, empatia, resolução de problemas complexos, colaboração e criatividade são as cinco principais habilidades comportamentais que o profissional precisará ter daqui em diante para ser inserido ou continuar no mercado de trabalho.
Além disso, as competências técnicas continuarão sendo essenciais, porém não as mais importantes. “Cada vez mais as pessoas precisarão utilizar ferramentas tecnológicas e estar conectadas às transformações digitais.
A internet continuará impactando nossas vidas pessoais e profissionais e não poderemos ignorar esse fato.
Então, qualquer que seja a ocupação ou a profissão, será necessário constante aperfeiçoamento e atualização nos recursos digitais e tecnológicos”, explica.
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

luiz orivan boccalletti junior on Análise de currículo grátis – Sorteio 2020
Amanda Galhardo on Fui demitido, e agora? Confira
Ana Carolina Okubo on Como montar um currículum vencedor?
Carlos Eduardo on Fui demitido, e agora? Confira
Fale com o PraCarreiras