Mudar de área dentro da mesma empresa é mais prioridade após Covid-19, aponta relatório do LinkedIn

Mudar de área
Elevated View Of Workers In Busy Modern Design Office

Neste cenário, colaboradores permanecem na mesma empresa duas vezes mais tempo.

De acordo com o Workplace Learning Report 2021, Relatório de Aprendizagem no Local de Trabalho publicado anualmente pelo LinkedIn, 51% dos profissionais de T&D (Treinamento e Desenvolvimento) consideram as contratações internas mais prioridade agora do que antes da Covid-19. Todo ano, o relatório aponta as tendências de RH e T&D das empresas.

Na edição de 2021, constatou-se que colaboradores com mudanças de cargos tendem a permanecer, em média, duas vezes mais tempo na mesma empresa.

E tem mais: nas empresas em que a mobilidade interna é baixa, o tempo médio de permanência de um colaborador é de 2 anos e 9 meses.

Mudar de área: As estatísticas 

Enquanto em empresas que promovem mais mudanças internas de funções, o profissional permanece por mais de 5 anos, em média. Juliana Fonseca, coordenadora de Managed Services da DISYS Brasil, ilustra bem essas estatísticas.

Há cinco anos na empresa, ela atuou como Analista de Recrutamento e Seleção, por um ano, e Analista de Desenvolvimento Humano, dois anos, antes de assumir o atual desafio na DISYS.

Para ela, esse “intercâmbio” profissional ajudou-a a ter uma visão estratégica e um entendimento acelerado do negócio, refletindo diretamente no seu desenvolvimento profissional. “Hoje eu tenho muito mais afinidade com a cultura da DISYS e mais conhecimento sobre os processos”, garante.

Mudar de área: Está enganado quem pensa que acabou

E engana-se quem pensa que ela vai parar por aí. “Desejo crescer muito mais, até porque quando você gosta do lugar e do que faz, você se dedica, se compromete, se doa, coloca a alma no negócio e é isso que faz tudo andar”.

Há mais tempo ainda na DISYS, Bruna Borges é Analista de Desenvolvimento Humano e começou sua trajetória na empresa como aprendiz, há sete anos, na área de Recrutamento & Seleção.

“Oito meses depois fui efetivada como Assistente; depois, participei de um processo interno para a área de Faturamento, onde fiquei pouco mais de dois anos como Assistente Comercial.

Até que, em 2018, fui convidada a fazer parte da área de DH, onde estou hoje”, conta a profissional, que atribui a autonomia dada pela empresa como um dos motivos por trás da sua sólida trajetória.

Mudar de área: Um terreno fértil para a evolução

Tanto Juliana quanto Bruna encontraram na DISYS terreno fértil para evoluir profissionalmente – mas, felizmente, a empresa não é a única. Algumas das maiores companhias do mundo investiram milhões – até bilhões – em seus funcionários.

O JPMorgan Chase, por exemplo, adicionou US$ 350 milhões ao seu plano de US$ 250 milhões para aumentar a qualificação de sua força de trabalho. A Amazon está investindo mais de US$ 700 milhões para fornecer qualificação aos seus funcionários.

Mudar de área: Um investimento na qualificação

E a PwC está desembolsando US$ 3 bilhões para aumentar a qualificação de todos os seus 275 mil funcionários nos próximos anos.

Quando questionados sobre o foco principal de seus programas de T&D em 2021, os entrevistados pelo LinkedIn para o Relatório de Aprendizagem no Local de Trabalho deste ano responderam que a prioridade número 1 é a requalificação dos colaboradores.

Leia também – Você está preparado para as tendências de carreira?

Já participa do nosso grupo do Telegram?

Criamos um grupo do Telegram – Time PraCarreiras – com o objetivo de trazer conteúdo extra para a sua recolocação no mercado de trabalho. 

No grupo, você vai receber dicas sobre currículo, LinkedIn, carta de apresentação e entrevista de emprego, vídeos e áudios explicativos, PDFs de livros, algumas reflexões, conteúdos motivacionais, etc. 

A ideia é ajudar profissionais com estratégias para a sua recolocação no mercado de trabalho. 

Para participar, basta clicar nesse link.

O PraCarreiras e a mentoria de carreiras

O PraCarreiras também faz uma mentoria de carreira, com preparação de currículo, LinkedIn, dinâmica de grupo e ensaio de entrevista de emprego.

Oferecemos soluções completas para que o profissional se posicione de forma adequada nos processos seletivos.

Para conhecer mais sobre os tipos de mentoria de carreira, clique aqui!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui