Como uma boa dose de humor melhora a sua vida pessoal e profissional

dose de humor

Rir pode nos deixar mais felizes e produtivos dentro e fora do trabalho; especialista em psicologia positiva ensina uma técnica para colocar em ação.

Para muitas pessoas, o trabalho pode até parecer um lugar sério. Mas introduzir um pouco de diversão no ambiente organizacional contribui – e muito – para o nosso bem-estar.

Na verdade, encontrar humor no dia a dia (seja no trabalho ou fora dele) é uma das melhores práticas a serem adotadas por quem deseja ser feliz. O simples fato de lembrar histórias engraçadas já contribui para a gente ter uma vida mais agradável, mesmo em momentos de crise, como o que estamos passando.

Dose de humor: Os benefícios do humor no trabalho

Mas, afinal, quais são os benefícios do humor no trabalho? Ele cria uma atmosfera mais leve e um senso de perspectiva que pode dissolver a tensão e nos proteger do estresse.

“Estudos sugerem, por exemplo, que as pessoas que se envolvem em conversas descontraídas com colegas se sentem mais felizes e têm maior satisfação no trabalho”, explica Flora Victoria, mestre em psicologia positiva aplicada pela Universidade da Pensilvânia.

De acordo com a especialista, isso acontece, basicamente, porque o riso serve para criar e fortalecer os laços sociais em nós, seres humanos. “Quando rimos junto com alguém, os chamados neurônios-espelho disparam. O riso compartilhado, portanto, se torna uma experiência coletiva”, completa.

Dose de humor: Um ambiente mais seguro e confortável

Na prática, colaboradores de uma mesma organização, ao cultivarem o humor, tendem a ter um ambiente mais seguro e confortável. Outro ganho é um maior senso de coesão entre a equipe. Desse modo, ao nos sentirmos confortáveis, podemos pensar abertamente e assumir riscos. E essa é a base para encontrar soluções criativas no trabalho, o que, então, contribui para a produtividade.

Já para quem exerce um papel de liderança, uma dica: quando gestores integram o humor em seu estilo de comandar, eles se tornam mais agradáveis perante o grupo.

Mas, atenção, não confunda humor com falta de respeito. Comentários ofensivos ou que menosprezam o valor de uma pessoa não é nada engraçado. Portanto, nunca se esqueça da seguinte máxima: “ria com alguém e não de alguém”.

Dose de humor: Pense em três coisas engraçadas

Muitas vezes, gastamos nosso tempo em assuntos sérios, fazendo um trabalho sério e tendo conversas sérias. Dedicar algum tempo para refletir sobre o que foi divertido no seu dia vai lhe fazer muito bem.

“Na verdade, o humor é poderoso em todas as áreas. Ele pode impulsionar o vínculo entre as pessoas e o aprendizado na sala de aula. O riso tem efeitos físicos em nossos corpos: libera dopamina, aumenta o fluxo sanguíneo e fortalece o coração. E ver o humor em uma situação difícil pode até ser uma maneira saudável de lidar com o desafio”, conta Flora.

Segundo ela, uma maneira de aproveitar melhor os momentos engraçados que acontecem no trabalho é anotá-los. “Registrar três coisas engraçadas pode mudar nossa perspectiva de longo prazo. Com o tempo, podemos nos tornar mais rápidos para rir e mais abertos para ver o humor na vida cotidiana”, diz.

Flora, que também é Embaixadora da Felicidade no Brasil pela World Happiness Summit, ensina uma técnica fácil de ser colocada em ação.

Dose de humor: Passo 1.

Escreva as 3 coisas mais engraçadas que você ouviu, viu, fez ou experimentou hoje. Pense nas coisas que achou realmente engraçadas e descreva como elas fizeram você se sentir.

Dose de humor: Passo 2.

Escreva também o motivo pelo qual essas coisas eram engraçadas. Em outras palavras, responda à pergunta: “por que esse evento engraçado aconteceu?”. No começo, é um pouco complicado pensar sobre o “porquê” das coisas divertidas em sua vida, mas ficará mais fácil no decorrer da semana.

Dose de humor: Atenção!

É importante criar um registro físico de seus itens, anotando-os. Ou seja, não basta simplesmente fazer este exercício em sua cabeça. Veja outras dicas para a sua escrita:

  • Dê um título ao evento (por exemplo: “brinquei com meus filhos”).
  • Liste todas as coisas engraçadas de que você gosta. Elas podem ser relativamente pequenas em importância (por exemplo: “meu esposo contou uma piada”) ou relativamente grandes (por exemplo, “assisti ao vídeo de um show de comédia”).
  • Lembre-se de escrever exatamente o que aconteceu com o máximo de detalhes, incluindo o que você fez ou disse e, se outras pessoas estiveram envolvidas, o que elas fizeram ou disseram.
  • Use o estilo de escrita que desejar e não se preocupe com gramática e ortografia perfeitas.

  • Para tornar este exercício parte de sua rotina diária, escreva sempre antes de dormir.

Leia também – Autocuidado na quarentena: a importância da saúde mental.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui