Emprego: especialista elenca dicas para se dar bem

Dicas para se dar bem

Emprego: especialista elenca dicas para se dar bem, esse é o tema do artigo de hoje, escrito por Marcelo Treff.

Com o avanço da vacinação contra o coronavírus, muitas empresas estão retomando as contratações.

Para ajudar quem está em busca de emprego, o professor de Gestão de Pessoas da FECAP e especialista em Gestão de Carreira, Marcelo Treff, separou algumas dicas.

Dicas para se dar bem: Para quem procura emprego

A dica para se dar bem na retomada das contratações é ter clareza de objetivos, competências técnicas e socioemocionais, abertura para aprender e orientação para o autodesenvolvimento. Além disso, lembre-se que seu currículo deve ser enxuto: os recrutadores recebem muitos deles todos os dias: você tem um segundo para chamar a atenção do entrevistador.

Dicas para se dar bem: Para quem procura recolocação

Para quem está empregado e busca uma oportunidade com melhor remuneração em outra empresa, a dica é verificar se há aderência de valores e de competências com a empresa pretendida, mapear as oportunidades e analisar com acuidade e acuracidade as vantagens e os riscos da transição.

Dicas para se dar bem: As empresas voltaram a contratar?

Sim, a depender do segmento, mas muito timidamente. A queda da atividade econômica foi significativa e vai demorar para as empresas se recuperarem. No entanto, há empresas que retomaram as suas atividades. E as que, de uma forma ou de outra, as mantiveram: estas têm contratado.

Dicas para se dar bem: Como são as novas vagas?

As atividades de menor complexidade oferecem menores salários e apresentam maior concorrência entre os candidatos, incluindo alguns com mais qualificação do que a exigida – sobretudo em virtude do alto número de desempregados.

No entanto, as vagas que exigem maior qualificação, como nas áreas de Tecnologia da Informação, Alta Administração, Liderança e E-commerce ainda apresentam dificuldades para encontrar candidatos com o perfil desejado.

Dicas para se dar bem: Concorrência e baixo salário

Muitas pessoas estão se sujeitando a atividades e salários menores do que suas capacidades ou competências. Com muita “oferta” de mão de obra, algumas empresas podem se aproveitar da vulnerabilidade e necessidade dos candidatos para oferecer salários e benefícios menores.

“Algumas empresas sempre se utilizaram desse artifício. No entanto, pode se tornar uma armadilha para as próprias organizações, pois os profissionais que se sujeitam em momentos de crise ou recessão tendem a permanecer procurando algo melhor, mesmo empregados. Ademais, pode gerar custos de contratação e integração de novos profissionais”, alerta Treff.

Dicas para se dar bem: Atualize-se

Há muitas pessoas que estão há bastante tempo sem emprego, muitas até desde o começo da pandemia. Para esses candidatos, o especialista recomenda que permaneçam confiantes.

“Sobretudo, aproveitem as oportunidades de atualização e requalificação online que, com a pandemia, passaram a ser oferecidas gratuitamente ou a custo baixo. Atualizações por meio de cursos, especialmente online, sempre são importantes, mas, se tornam muito mais úteis quando podem ser divulgadas por meio de network ou ferramentas de divulgação, como LinkedIn ou sites de recrutamento. No entanto, é bom se frisar que a divulgação deve ter finalidade profissional. Não basta só ter um grupo de amigos nas redes sociais”.

Dicas para se dar bem: Incerteza

O professor acrescenta que ainda há muita incerteza com relação ao futuro do mundo do trabalho, seja no que tange a novas oportunidades, seja relacionado ao grau de exigências.

“Portanto, diante das incertezas, é muito importante que os trabalhadores se mantenham informados (em fonte confiáveis) sobre as tendências; investiguem posts ou mensagens que prometem ‘milagres’ e, sobretudo, mapeiem quais são as exigências, em termos de competências, para manter ou conquistar empregos ou projetos”, finaliza.

Dicas para se dar bem: Quais os requisitos dos empregos pós-pandemia?

Ainda é cedo para definir quais serão os requisitos básicos ou semelhantes pedidos pelas empresas para as novas vagas ao fim da pandemia, ou se os empregos pós-covid 19 exigirão novas habilidades que antes não eram requeridas pelos empregadores.

Ainda teremos de esperar um pouco mais para realizar esta análise, pois ainda estamos sem controle do futuro com relação ao retorno de várias atividades. No entanto, as habilidades que devem se apresentar como mais requeridas dividem-se entre Técnicas (muito ligadas às novas tecnologias de informação e comunicação e, cada vez mais, envolvidas com Big Data e Analytics); e socioemocionais (ligadas ao relacionamento com pessoas, tanto no presencial quanto no virtual).

Dicas para se dar bem: Tudo vai mudar!

Há atividades que desaparecerão e outras que serão redesenhadas, independentemente de como sairemos desta pandemia. Por isso, os trabalhadores deverão estar mais abertos às novas aprendizagens e, sobretudo, preparados para novas formas de relações de trabalho, mais flexíveis, menos estruturadas e, cada vez mais, distantes do modelo CLT.

Sobre a FECAP

A Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP) é referência nacional em educação na área de negócios desde 1902. A Instituição proporciona formação de alta qualidade em todos os seus cursos: Ensino Médio (técnico, pleno e bilíngue), Graduação, Pós-graduação, MBA, Mestrado, Extensão e cursos corporativos.

Dentre os diversos indicadores de desempenho, comprova a qualidade superior de seus cursos com os resultados do ENADE (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes) e do IGC (Índice Geral de Cursos), no qual conquistou o primeiro lugar entre os Centros Universitários do Estado de São Paulo.
Em âmbito nacional, considerando todos os tipos de Instituição de Ensino Superior do País, está entre as 5,7% IES cadastradas no MEC com nota máxima.

Acompanha a gente no Instagram.

Conheça todas as soluções do PraCarreiras.

Quer falar com a gente? Entre em contato no nosso WhatssApp.

Acesse nosso LinkedIn.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui