Cinco mudanças de comportamento no mercado de trabalho pós-pandemia

Mudanças de comportamento

Luandre dá o panorama das 5 principais mudanças de comportamento para o mercado de trabalho.

A pandemia fez com que todos adotassem novos hábitos para prevenção à covid-19 e criou um panorama novo nas relações interpessoais e profissionais.

Um ano após o início, já é possível observar transformações significativas em diversos setores. Entre eles, o segmento de recursos humanos, que precisou se reinventar, além de otimizar etapas do processo seletivo e lidar com novas demandas dos empregadores.

“Com a necessidade de readaptações nas empresas, observamos mudanças expressivas nas orientações que recebemos de nossos clientes a respeito da equipe que pretendem formar.

Parece que as empresas começaram a dar ainda mais atenção a necessidade de valorizar determinados soft skills, como agilidade e liderança, uma vez que o trabalho é remoto. O home office também minimizou exigências sobre morar próximo ao trabalho”, afirma Fernando Medina, CEO da Luandre RH, uma das maiores consultorias de RH do país.

Segundo Fernando, o comportamento das empresas é outro aspecto de mudança, que começa a demonstrar cada vez mais preocupação com a qualidade da saúde mental de seus colaboradores.

“A pandemia trouxe reflexões sobre a prioridade de bem-estar dos profissionais, uma vez que a mudança de rotina e, em alguns casos, uma maior carga de trabalho vem impactando a vida pessoal dos colaboradores”, afirma.

A seguir um panorama rápido sobre tendências para 2021 no mercado de trabalho, que devem permanecer e ganhar força no pós-pandemia, e que foram afetadas por todas as mudanças mais recentes no Brasil e no mundo.

Mudanças de comportamento: 1. Aumento de vagas relacionadas ao e-commerce

Em razão do isolamento social, comércios e empresas precisaram migrar para as lojas online. Por conta disso, o número de contratações para o setor tem crescido significativamente.

Somente neste último ano, a Luandre contabilizou um aumento de 70,7% nas contrações que envolviam a categoria, comparado aos meses de janeiro, fevereiro e março de 2020. “Outras áreas com ótimas perspectivas e que estão relacionadas ao e-commerce, são: Logística, TI e marketing” diz Fernando.

Mudanças de comportamento: 2. Foco no bem estar dos colaboradores

O bem-estar dos colaboradores sempre foi um tópico de grande importância nas companhias. Com a pandemia isso foi exacerbado e alguns cargos foram criados com a intenção de dar foco à questão da saúde mental.

Alguns exemplos deste movimento, são a busca por profissionais de RH especialistas em diversidade e um cargo novo nascido fora do país, que atende por CHO – Chief Happiness Officer (Diretor de Felicidade).

Para Fernando, posições como essas são uma tendência, porque primar pelo bem-estar dos profissionais também é uma forma de fortalecer a reputação da empresa. “Cada vez mais as companhias entendem a importância de estar mentalmente saudável para lidar com os desafios diários”, diz.

Mudanças de comportamento: 3. Trabalho remoto e escritórios

Muito tem se escutado falar sobre home office. O termo, popularizado na pandemia, traz consigo novas perspectivas, mas também novos desafios.

Para a empresa, há uma redução de custos porque boa parte da infraestrutura de um prédio de escritórios passa a ser desnecessária. Muitas, aliás, aderiram a esquemas híbridos de trabalho, em forma de rodízio, e uso de coworkings.

Já o colaborador, evita o desgaste com o deslocamento. Principalmente quando se trata de grandes distâncias, há um impacto positivo. “O tempo economizado de deslocamento pode ser benéfico, inclusive, para aumento de produtividade e motivação”, afirma Fernando.

Ela destaca que “muitas empresas estão estudando um modelo hibrido, mesclando trabalho presencial com Home Office. Assim vocês não “perde” a cultura da empresa, mas consegue pensar em deixar os colaboradores 1 ou 2 dias em Home Office”.

Mudanças de comportamento: 4. Mercado de trabalho globalizado

Um mercado de trabalho que promove troca de bens, serviços e profissionais que atravessam as fronteiras regionais/nacionais.

“Antes da pandemia, a localização era um fator muito importante nos processos seletivos. Isso mudou radicalmente, porque você pode contratar um programador, ou uma pessoa da área de marketing, mesmo que ela more em outro estado e até mesmo país”, afirma Fernando.

Segundo Fernando essa é uma excelente oportunidade para que as empresas atraiam, contratem e retenham talentos, onde quer que eles estejam.

Mudanças de comportamento: 5.Tecnologia e a realidade virtual

Há alguns anos, a revolução digital tem se delineado de forma rápida, mas sua adoção pelas empresas acontecia de forma gradual e orgânica.

Com a pandemia essa realidade precisou ser acelerada. “O mercado está cada dia mais digital. As empresas que não investirem em tecnologia tendem a perder seu poder de comunicação, relacionamento e relevância para o mercado”, conclui Fernando.

Mudanças de comportamento: Sobre a Luandre

A Luandre Soluções em Recursos Humanos tem 50 anos de atuação e oferece soluções técnicas e inovadoras na área de RH.

Em 2020, a empresa chegou à marca de 4 mil clientes atendidos, 60 mil profissionais administrados ao longo do ano e banco com mais de 3,5 milhões de CV cadastrados. Há 19 anos consecutivos, concorre ao prêmio Top Of Mind RH, o qual já venceu em nove edições, na categoria “Temporários e Efetivos”, sendo a atual vencedora.

O CEO, Fernando Medina também foi vencedor na categoria “Empresário de Destaque – Fornecedores de RH”, em 2017. Além disso, em 2020 foi reconhecida como um dos Lugares Incríveis para se trabalhar, certificação concedida pela Fundação Instituto de Administração (FIA) e UOL.

A Luandre atende 200 das 500 melhores empresas do Brasil com todo seu know-how em Recrutamento e Seleção, Administração de Pessoal (Temporários e CLT), Avaliação Profissional, Outsourcing e Programas Especiais (Saúde, Varejo e Logística).

Atualmente, possui 11 unidades em quatro estados: São Paulo (São Paulo, Santo André, Guarulhos, Campinas e Jundiaí), Rio de Janeiro (Rio de Janeiro), Paraná (Curitiba) e Pernambuco (Recife). Realiza também atendimento à distância em todo o país. Informações para imprensa.

Leia também – Pandemia também afeta a saúde mental e profissionais sofrem com rotina online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui