Newa pontua 10 ações efetivas para implementar diversidade e inclusão nas empresas

diversidade e inclusão nas empresas

Compromisso ético com a inclusão, criação de comitês de diversidade e de canal de comunicação interna são algumas das condutas que ajudam as corporações.

Uma pesquisa recente do LinkedIn, o estudo Cenário de Vendas no Brasil 2021, aponta que 88% das empresas brasileiras preferem negociar com companhias que tenham a diversidade como pilar essencial. Tendo isso em vista, a importância de implantar medidas que promovam a inclusão se prova essencial.

“Mais do que falar sobre diversidade, é efetivamente promover a inclusão nas organizações. Muitas empresas entendem esse novo momento, mas nem sempre sabem como ou por onde começar”, pontua Carine Roos, CEO e fundadora da Newa.

A empresa é uma consultoria especializada na capacitação de líderes e colaboradores que transforma as organizações por meio da diversidade, inclusão e inovação. Pensando nisso, a profissional listou dez ações necessárias para implementar, efetivamente, a diversidade e inclusão nas empresas.

Diversidade e inclusão nas empresas: Implementando a diversidade

Em primeiro lugar, avaliar o quadro de funcionários, ouvir a percepção deles sobre o ambiente, entender quais são as dores e desafios. Depois disso, é necessário mapear e entender o estado atual da empresa do ponto de vista dos grupos sub representados, das lideranças, profissionais de recursos humanos para ter uma visão de como a empresa está operando.

Além disso, é preciso estabelecer um compromisso ético com a inclusão. Não basta falar, é necessário empenhar esforços, promover ações intencionais, criar um plano estruturado e sistemático para que a empresa avance, alinhando os objetivos estratégicos do negócio às práticas de Diversidade & Inclusão.

Visando apoio e acolhimento, a criação de comitês de diversidade dentro das empresas é um modelo eficaz e que abre espaço para que todos tenham voz ativa nas tomadas de decisão.

Além disso,  a criação de políticas visando o impacto em toda a cadeia produtiva (colaboradores, clientes, fornecedores, sociedade) para que ela seja inclusiva e eticamente responsável pelas suas ações e práticas.

Isso significa além de desenvolver  e criar um plano estratégico de ascensão das pessoas subrepresentadas que já fazem parte da sua organização, também abrir vagas intencionais para atração de mulheres, pessoas negras, PcDs, maduras, refugiados, além de pensar em um plano de ação para que essas pessoas possam alçar postos de liderança e se enxergarem dentro da companhia.

Diversidade e inclusão nas empresas: Informação é tudo

Muitas empresas não sabem o que é diversidade e tão pouco possuem medidas eficazes para a inclusão. Por isso, é importante promover conteúdos e palestras que eduquem o corpo de funcionários sobre direitos humanos, o impacto da diversidade na inovação, conhecer o contexto histórico do nosso país sobre os povos indígenas, pessoas negras, mulheres, pessoas com deficiência (PcDs) e porque ainda precisamos desenvolver ações para alcançar a equidade de gênero, raça, como acolher o público LGBT, que diversidade etária está diretamente relacionada à inovação entre outros temas para quebrar preconceitos e ampliar o respeito e a valorização da diversidade.

Diversidade e inclusão nas empresas: Respeito e acolhimento

O respeito é o pilar mais importante ao desenvolver medidas que promovam a diversidade, por isso, é importante criar um canal de comunicação interna voltado para o tema. Isto é, um canal anônimo para que as pessoas possam fazer reclamações, sugestões, denúncias, entre outras opiniões e contribuições.

Diversidade e inclusão nas empresas: Evolução

É de extrema importância que a empresa monitore, desenvolva métricas e faça avaliações recorrentes sobre o desenvolvimento de suas ações em Diversidade & Inclusão. Que a empresa esteja sempre disposta a ouvir, aprender e evoluir com e para o corpo de funcionários. É necessário aprender, reaprender e aprender novamente.

E, mais do que isso, é importante que as pessoas levem os aprendizados para a vida. Não deixe que aquilo fique restrito somente a uma parte da sua carreira e da sua trajetória. Invista em diversidade, respeito e inclusão dentro e fora da empresa.

Diversidade e inclusão nas empresas: Quem é Carine Roos:

Socióloga pela Universidade de Brasília e em Comunicação Social pelo Centro Universitário UniCEUB, Carine é especializada em Diversidade & Inclusão há 10 anos e certificada pelo Programa Executivo de Liderança Feminina da Columbia Business School.

A profissional já capacitou mais de 12 mil pessoas em vivências, seja pela Escola Elas, Upwit Consultoria ou pela MariaLab, e diversos outros movimentos que ajudou a fundar.

Além do seu trabalho com Diversidade & Inclusão, Carine também foi consultora de instituições voltadas à tecnologia, comunicação e Direitos Humanos, como o Comitê Gestor de Internet (CGI.br), a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), a UNESCO, o UNICEF, o Ministério da Saúde entre outros. Atualmente é fundadora da Newa Consultoria.

Diversidade e inclusão nas empresas: Sobre a Newa

A Newa é uma empresa especializada na capacitação de líderes e colaboradores que transforma as organizações por meio da diversidade, inclusão e inovação.

A sócia-fundadora, Carine Roos, pretende apoiar as empresas no desenvolvimento de lideranças que valorizem e respeitem a diversidade, promovam maior escuta ativa e sejam verdadeiras aliadas para impulsionar a equidade de gênero, raça, público LGBT, PcDs, maduras e refugiadas dentro das organizações.

Ao aprofundar a mentalidade de diversidade dos líderes, a empresa engaja lideranças no tema para que a mudança e a transformação sejam efetivas e tragam valor à sociedade como um todo.  Acesse somosnewa.com.br e saiba mais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui