As áreas que continuam contratando na crise

áreas que continuam contratando na crise

Será que existem áreas que continuam contratando na crise? É fato que a pandemia de covid-19, além da crise no setor da saúde, também afetou o mercado de trabalho. De acordo com uma pesquisa do IBGE, a taxa de desemprego no Brasil subiu 11% no trimestre encerrado em fevereiro. Até a data, o número de pessoas sem emprego era de 12,3 milhões. O cenário traz preocupação para está em busca de uma vaga de trabalho em meio à crise, e também para quem está empregado e tem medo de perder a estabilidade financeira.

A boa notícia é que, diversas áreas de atuação, continuam com vagas de trabalho abertas e em busca de candidatos. Para saber mais quais são estes segmentos e como se destacar na busca por recolocação, conversamos com a Gerente de Recursos Humanos, Eliana Tartaglione. 

As áreas que continuam contratando na crise

De acordo com uma reportagem da BBC News Brasil, além do setor de saúde, outras áreas possuem grande demanda. Veja abaixo algumas delas:

Mercados/Setor alimentício

Os mercados, por exemplo, continuam abertos e estão aumentando o quadro de colaboradores para atender bem a população. Algumas das vagas disponíveis no Brasil são operadores de loja, recepcionista, padeiros, operadores de centro de distribuição, etc. O setor alimentício também é um dos que continua em alta.

Finanças

As áreas relacionadas com finanças continuam contratando e demandando profissionais mesmo na crise, como empresas de contabilidade e do setor financeiro.

E-commerce

Ainda, as empresas que realizam vendas pela internet crescem se destacando no segmento. De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, as vendas online de bens de consumo cresceram mais de 100%. 

Demais áreas que continuam contratando na crise

Segundo levantamento da Catho, empresa de recrutamento, cargos relacionados à área de saúde, supermercadista, farmácia e logística foram os que mais apresentaram crescimento desde o início do isolamento social. Ainda segundo a empresa, a área da saúde ganhou 3,7 mil vagas em apenas uma semana. Já as oportunidades em supermercadistas tiveram cerca de 6 mil vagas abertas. 

“A área alimentícia cresceu, pois, as pessoas estão cozinhando mais em casa. A área farmacêutica também ganhou destaque, há que a população passou a se cuidar mais. O ramo de call center e suportes em geral continuam crescendo. Ainda, os deliverys ganharam força na crise para atender a população.”, disse Eliana Tartaglione.

Como encontrar vagas nas áreas que continuam contratando na crise? 

Já deu pra entender que mesmo com o covid-19, exitem várias áreas que continuam contratando na crise. Agora, cabe ao candidato saber procurar onde os recrutadores estão, como é o caso dos sites de recrutamento e o LinkedIn, principal rede social voltada para o mercado de trabalho.

Veja as dicas da especialista em recursos humanos:

“O LinkedIn, grupos e as páginas de redes sociais das empresas estão crescendo cada vez mais. Os candidatos devem mapear as empresas que têm interesse e seguir estas páginas, como Facebook e Instagram. Por isso, o candidato deve estar atualizado em como mexer nestas plataformas. Ele também deve ter um currículo muito bem estruturado e que chame a atenção, com informações claras e incisivas.  O currículo deve transcrever de forma direta suas características e habilidades profissionais.”, disse a especialista.

Como chamar a atenção dos recrutadores em um período onde tantas pessoas buscam por emprego?

Manter o currículo atualizado é o primeiro passo para chamar a atenção dos recrutadores. Entretanto, o candidato também deve ficar atento a outros fatores que podem ser analisados pelos profissionais de RH, como a sua postura nas redes sociais. 

“A pessoa deve cuidar e ter zelo no que ele está colocando na internet para não ser prejudicado. É importante ter atenção ao se apresentar no mercado, principalmente cuidando da exposição que temos com as redes sociais. É uma tendência dos recrutadores olharem Instagram, Facebook, Twitter e LinkedIn para conhecer mais o candidato antes de contratar. E na hora de preencher o currículo e o LinkedIn, as informações devem ser claras e diretas para chamar a atenção do recrutador para que ele analise de uma forma mais específica.”, argumentou Eliana Tartaglione.

Estou empregado atualmente, vale a pena trocar de emprego agora? 

A grande dúvida que a pandemia gera em quem está trabalhando é se o momento é propício para uma mudança de empresa. Será que vale a pena trocar de emprego nas áreas que continuam contratando em meio à crise? 

“Estamos ainda em um período incerto. Obviamente ele vai passar e vai trazer novos desafios, inclusive para a economia nacional. Quem está empregado, deve manter o cargo, pois ainda não é possível saber como será o futuro do mercado de trabalho. Exceto se o candidato receber uma oportunidade concreta, interessante e segura.”, disse a gerente de recursos humanos.

Reinvente-se na carreira

Este é o momento para os candidatos aprenderem com a situação e se tornarem profissionais mais preparados para o novo mercado de trabalho. Investir em cursos e treinamentos podem te ajudar a conseguir uma recolocação profissional, mas adaptar-se ao trabalho remoto é essencial neste momento.

“Estamos em um momento de inovação, principalmente em relação ao trabalho home office. Muitas empresas precisaram alterar o sistema de trabalho de forma emergencial transferindo os colaboradores para casa. Muitas delas não devem voltar a sua modalidade normal. Os candidatos devem estar preparados tecnicamente e com estrutura para esse novo sistema. Além disso, ele deve estar atualizado no mercado, conhecer as novas metodologias, por exemplo, a ágil. Com certeza uma das características fortes que vão vir após o período de pandemia é a habilidade de trabalhar a distância e mostrar produtividade.”, explicou Eliana.

Dica bônus: como ter um bom aproveitamento trabalhando de casa

Conseguiu a recolocação profissional apesar da crise e vai começar no modelo home office? Veja as dicas que gerente de recursos humanos Eliana Tartaglione preparou pra gente: 

  • Separe um ambiente único para a sua estação de trabalho. Assim você consegue se concentrar e ser produtivo.
  • Se mora com outras pessoas, deve orientar adultos ou crianças para que o horário de trabalho seja respeitado. 
  • É importante manter a rotina de se preparar e se arrumar para trabalhar. 
  • Fique preparado para reuniões e chamadas de vídeo.
  • Mantenha as rotinas de trabalho como se estivesse na empresa e concentre-se nas entregas, produtividade e metas a alcançar. 
  • Desligue Facebook e Instagram durante o horário de trabalho, e use WhatsApp se necessário. Qualquer desatenção pode tirar sua concentração e fazer você perder o dia de trabalho
  • Faça exercícios. É importante alongar as mãos, o braço e o corpo. 
  • Mantenha uma alimentação equilibrada.

E aí, gostou de saber mais sobre as áreas que continuam contratando na crise e as dicas para conquistar uma delas? Agora é só colocar a mão na massa e se destacar! Boa sorte! 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui