A deterioração da CLT não é uma consequência exclusiva da pandemia

Deterioração da CLT

A deterioração da CLT não é uma consequência exclusiva da pandemia, esse é o tema do artigo de hoje, escrito por Dra. Bruna Cavalcante Kauer.

Primeiramente é necessário esclarecer que com a reforma trabalhista, em vigor desde 2017.

Houve a idealização de que a modernização e a flexibilização da legislação levaria à geração de novos empregos e que este seria um dos passos para a superação de parte dos problemas enfrentados pela população brasileira, como o desemprego e o baixo crescimento econômico.

Nestes quase quatro anos, a situação do mercado de trabalho, contudo, piorou, visto que os níveis de desemprego continuam altíssimos e os que são contratados estão sujeitos a condições laborais piores, com menos benefícios e salários menores.

Atualmente, o trabalhador celetista não é mais a regra, sendo, na verdade, exceção. Com o nível altíssimo de desemprego, foram criados os coworkings (espaços físicos que podem ser compartilhados por várias empresas, profissionais liberais e freelancers), uberização e os contratos flexíveis.

A reforma trabalhista retirou o caráter obrigatório da presença dos sindicatos para a realização das negociações, trouxe mudanças significativas no que concerne às férias, ao banco de horas, à terceirização de funcionário e principalmente uma maior flexibilização de negociação entre empregadores e empregados.

Deterioração da CLT: Reforma trabalhista

Somado à reforma trabalhista, desde o ano passado, o mundo enfrenta a avassaladora pandemia de Covid-19, que serviu de estímulo para mudanças importantes no mercado de trabalho.

O contingente de trabalhadores informais recebeu novo impulso, antes mesmo da crise sanitária os profissionais sem carteira assinada ou outros vínculos trabalhistas já representavam 40% da força de trabalho nacional, segundo dados do IBGE.

Com o fechamento de estabelecimentos comerciais e com a crise social/política instaurada, a procura por alternativas no mercado informal se acentuou. Figura importante neste momento econômico é o microempreendedor individual (MEI), única fonte de renda para cerca de 4,6 milhões de trabalhadores no Brasil, de acordo com estimativa do SEBRAE.

Deterioração da CLT: O Programa do Microempreendedor

O Programa do Microempreendedor Individual foi criado justamente para ampliar a base formal da economia do país, para permitir que as pessoas ingressassem no mercado formal e passassem a desfrutar de diversos benefícios, mas já há um efeito colateral: diversos microempreendedores individuais são, na verdade, funcionários de outras empresas, o que indica que alguns podem estar usando a nova categoria jurídica para burlar leis trabalhistas.

Ademais, a contratação de microempreendedores individuais em substituição aos funcionários celetistas têm um nível de desproteção grande ao trabalhador.

Em relação ao programa de manutenção do emprego e renda, que autorizou a suspensão temporária de contratos e os cortes de jornada e salário como prevenção a demissões, há de considerar-se que a intenção foi manter a proteção aos empregos, entretanto, é flagrante a supressão de direitos trabalhistas e precarização das relações de trabalho.

Deterioração da CLT: Sobre a Dra. Bruna Cavalcante Kauer

Bruna Cavalcante Kauer é Bacharel em Direito pela Universidade de São Francisco (USF), desde 2005, pós-graduanda em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho pela Faculdade Legale.

Atualmente, Bruna atua no escritório de advocacia Aparecido Inácio e Pereira Advogados Associados, localizado na capital do estado de São Paulo.

Leia também – O poder de ter uma equipe feliz e engajada.

Acompanha a gente no Instagram.

Conheça todas as Soluções do PraCarreiras.

O PraCarreiras e a mentoria de carreiras

O PraCarreiras também faz uma mentoria de carreira, com preparação de currículo, LinkedIn, dinâmica de grupo e ensaio de entrevista de emprego.

Oferecemos soluções completas para que o profissional se posicione de forma adequada nos processos seletivos.

Para conhecer mais sobre os tipos de mentoria de carreira, clique aqui!

Já participa do nosso grupo do Telegram?

Criamos um grupo do Telegram – Time PraCarreiras – com o objetivo de trazer conteúdo extra para a sua recolocação no mercado de trabalho. 

No grupo, você vai receber dicas sobre currículo, LinkedIn, carta de apresentação e entrevista de emprego, vídeos e áudios explicativos, PDFs de livros, algumas reflexões, conteúdos motivacionais, etc. 

A ideia é ajudar profissionais com estratégias para a sua recolocação no mercado de trabalho. 

Para participar, basta clicar nesse link.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui