Gi Group seleciona temporários para lojas da Swift

Emprego temporário SP

Ao todo são 250 vagas para emprego temporário para capital, região metropolitana e interior de São Paulo.

As contratações prosseguem em setores essenciais. A Gi Group Brasil, filial da multinacional italiana de recursos humanos, e a indústria de alimentos Swift estão selecionando candidatos para trabalhar como estoquista na rede de lojas da marca no Estado de São Paulo.

Emprego temporário SP: 250 vagas

Ao todo são 250 vagas distribuídas pela Capital paulista, Grande São Paulo (região do ABC, Osasco e Guarulhos) e Campinas. O período de contratação é de 90 dias, a partir de novembro, podendo se estender até 180 dias. A jornada de trabalho é de segunda a sábado, nos turnos da manhã, tarde ou da noite.

O contratado tem como função organizar o estoque de produtos da loja, abastecer as gôndolas e organizar o espaço de exposição, além de auxiliar na limpeza do espaço, dar apoio e direcionamento aos clientes.

Os candidatos devem ter ensino médio completo, ser comunicativo e desenvoltura para atendimento ao cliente. Experiência na função não é necessária, mas é um diferencial.

Emprego temporário SP: Benefícios

A Swift oferece contratação com carteira assinada, salário compatível com o mercado e benefícios, como vale transporte e vale refeição.

O processo de seleção inclui avaliação de currículo, entrevista inicial com recrutador da Gi Group e entrevista final com gestor da loja.

Os interessados podem cadastrar seu currículo no site Contratando – www.contratando.com.br – no código da vaga 54746, até o dia 6 de novembro.

Emprego temporário SP: Sobre Gi Group

Gi Group é um dos líderes globais em soluções dedicadas ao desenvolvimento do mercado de trabalho com forte destaque nas atividades de Recrutamento e Seleção, Administração de Temporários, projetos de Terceirização (Outsourcing), Marketing Promocional, Treinamento e Consultoria Empresarial em Desenvolvimento Organizacional e Programa de Estágios.

No início de 2007, o Gi Group começou o seu programa de internacionalização que levou o grupo a estar hoje presente em mais de 50 países na Europa, América e Ásia. A companhia também é membro corporativo global da WEC, a Confederação Internacional das Agências de Emprego, que reúne seis outras multinacionais do setor.

O grupo tem faturamento 2,5 bilhões de euros, e atende mais de 20 mil empresas através de 600 filiais em todo mundo e mais de 3 mil funcionários diretos.

Saiba mais no www.gigroup.com.br.

Emprego temporário SP: Outras vagas

Último trimestre de 2020 deve gerar mais de 400 mil vagas de trabalho temporário.

A previsão é da ASSERTTEM (Associação Brasileira do Trabalho Temporário), que considera o aquecimento da indústria e do comércio para datas como o Natal.

O Trabalho Temporário – no formato da Lei Federal 6.019/74 e do Decreto nº 10.060/2019 – será responsável por gerar 400 mil vagas temporárias no último trimestre do ano, segundo projeção da Associação Brasileira do Trabalho Temporário (ASSERTTEM).

O presidente da associação, Marcos de Abreu, afirma que no mês de outubro o setor da Indústria ainda deve puxar as contratações para suprir a alta demanda do mercado, sendo que os principais segmentos que buscam reforços de trabalhadores temporários são: Alimentos, Farmacêutico, Embalagens, Metalurgia, Mineração, Automobilístico e Agronegócio.

Já nos meses de novembro e dezembro, Abreu reforça que o destaque será o Comércio, seguido pelo setor de Serviços para pessoas físicas.

“Com a proximidade do Natal, o comércio abrirá muitas vagas temporárias. Assim, quem está desempregado deve ficar atento a essas oportunidades que vão surgir”, afirma. “A grande dica para o trabalhador é procurar uma agência de Trabalho Temporário.

No site da ASSERTTEM ele consegue ter acesso à lista de agências associadas e registradas no Ministério da Economia, dividas por estado”, completa.

De acordo com ele, por meio do Trabalho Temporário, o trabalhador pode adquirir mais conhecimentos e ter novas experiências no mercado, o que potencializa sua recolocação em uma eventual vaga permanente. “Neste período de pandemia, estimamos que 20% dos trabalhadores temporários serão efetivados. É um número bastante expressivo”, frisa o presidente da Associação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui