O Brasil tem um dos maiores turnovers do mundo. Como mudar essa realidade?

turnover nas empresas

O varejo tem um dos maiores turnovers nas empresas do Brasil, que já é um dos maiores do mundo – 82% das empresas sofrem com a mudança constante de colaboradores.

Uma das formas de resolver essa realidade é com o aumento do engajamento.

Os números não mentem. O comércio (dados da FecomercioSP) registra um dos maiores turnovers do Brasil que, por sua vez, é um dos maiores do mundo. O problema atinge mais de 80% das empresas nacionais e, segundo dados da Robert Half, aumentou nos últimos anos cerca de 38% em todas as empresas do mundo.

Como resolver um problema que só cresce e que prejudica o andamento de projetos e resultados das companhias?

Para Raul Schikmann, sócio-fundador da Level, startup de gamificação cujo foco é o aumento do engajamento de colaboradores, a resposta no caso de alguns varejos está em aumentar a conexão com as equipes de vendas, especialmente as mais jovens: “A Level foi criada com o objetivo de aproximar aquilo que tem como metas estratégicas do dia a dia dos funcionários. As técnicas de gamificação e a tecnologia são os facilitadores desse processo”.

Turnover nas empresas: A plataforma 

A plataforma, que funciona também em formato de aplicativo, deve fazer a diferença no varejo nacional; apesar do seu lançamento ter ocorrido em um ano de isolamento social, a empresa já esta em fase de implementação em alguns importantes clientes.

Segundo Schikmann, a ferramenta foi desenvolvida com o foco de atuar sobre os cinco gatilhos que, conforme estudos realizados, conectam diretamente as pessoas: autonomia, recompensa, propósito, progresso e interação social.

Turnover nas empresas: A solução

A solução aposta no uso de mecanismos aplicados em games, como progressão através da passagem de níveis, missões e recompensas por meio de bonificações, prêmios e medalhas. De acordo com o sócio “o caráter lúdico, divertido e descontraído, somado à motivação de busca por um objetivo em ambiente competitivo, potencializa a sensação de engajamento e o vínculo com a empresa. Isso reduz o turnover”.

A Level pretende triplicar de tamanho em 2021. Entre os planos para o próximo ano estão a consolidação do app e a conexão com outras funcionalidades de ferramentas de empresas, como CRM e BI. Entre aqui e conheça o app da Level.

Turnover nas empresas: Trocar de emprego pode influenciar

Novos benefícios e incentivos podem surgir daqui para a frente, principalmente olhando esse novo viés no mercado de trabalho. Sendo assim, um plano de benefícios flexíveis, que deixa na mão do colaborador a decisão de escolher aquele que atenda à sua necessidade, pode fazer com que até mesmo o colaborador com mais tempo de casa não pense duas vezes antes de trocar de emprego.

Um plano recheado, com diversas opções, incluindo incentivos modernos para gastar com academia, pets, cabelereiro e até mesmo com a personalização do home office, também pode ser uma razão considerável para a troca de emprego em 2021.

 essa é uma tendência daqui para a frente e as empresas que quiserem reter seus talentos devem pensar em uma forma de oferecer benefícios. “As novas formas de trabalho, a ascensão do home office e a pandemia, fizeram com que o trabalhador valorizasse mais seu plano de benefícios.

Os trabalhadores mais jovens, na faixa dos 24 aos 35 anos, exigem ascensão de carreira e plano de cargos à curto prazo. Encontrar empresas que ofereçam isso a eles pode ser um “adeus” ao emprego atual, já que muito tempo no mesmo cargo e função não os agrada tanto. Como consequência, o turnover nas empresas pode aumentar.

Um estudo realizado pela Carreira Muller, identificou que em boa parte das empresas pesquisadas, “assumir uma função superior” é o fator principal que leva as pessoas a deixarem a organização.

Leia a matéria completa e entenda mais sobre o assunto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui