5 maneiras de cultivar a gratidão no trabalho

Gratidão no trabalho

Com a gratidão no trabalho você não só será um profissional melhor como também terá outros benefícios; veja dicas de especialista em psicologia positiva.

Somos gratos quando reconhecemos as coisas boas que recebemos de outras pessoas. Normalmente, dizemos “obrigado” em casa, na faculdade, em uma compra no supermercado… E no trabalho? Será que demonstramos nossa gratidão o suficiente?

Um simples “obrigado” não custa um centavo e tem efeitos benéficos mensuráveis tanto para quem dá quanto para quem recebe.

“Em uma série de experimentos, os psicólogos norte-americanos Adam Grant e Francesca Gino descobriram que o agradecimento de um líder dava às pessoas um forte senso de valor próprio e autoeficácia”, conta Flora Victoria, mestre em psicologia positiva aplicada pela Universidade da Pensilvânia.

Gratidão no trabalho: O que conta a especialista

De acordo a especialista, o estudo também revela que a expressão de gratidão gera um efeito transbordador: os indivíduos confiam mais uns nos outros e têm mais probabilidade de ajudar o próximo.

“Construir uma cultura de gratidão no  ambiente organizacional não é fácil, mas vale a pena. Precisamos ver a gratidão como mais uma habilidade profissional que podemos cultivar ao lado de outras, como comunicação, resiliência e perdão”, diz Flora, que também é Embaixadora da Felicidade no Brasil pela World Happiness Summit. Ela enumera cinco dicas para aqueles que desejam promover a gratidão

Gratidão no trabalho: Dica 1) A liderança precisa dar o exemplo

Esta é uma das lições mais claras da pesquisa sobre a gratidão no local de trabalho: os funcionários precisam ouvir primeiro o “obrigado” dos gestores.

Isso porque expressar gratidão pode fazer com que determinadas pessoas se sintam inseguras, principalmente em um local de trabalho com um histórico de ingratidão. Cabe aos líderes dizerem “obrigado” de forma clara, consistente e autêntica.

A gratidão também pode ser incluída em análises de desempenho e reuniões de equipe. Que tal usar cerca de cinco minutos para as pessoas agradecerem umas às outras por algo específico?

Gratidão no trabalho: Dica 2) Agradeça às pessoas que nunca são agradecidas

Toda organização tem funcionários que estão no chamado backoffice, isto é, não atuam na área principal da empresa. Em um hospital, por exemplo, os profissionais de saúde estão na linha de frente. No entanto, outras equipes, como a administrativa e de limpeza, também são essenciais.

Agradecer a todos define um padrão e estabelece o tom. Isso amplia a compreensão coletiva sobre como a organização funciona, além de aumentar a confiança de forma geral.

Gratidão no trabalho: Dica 3) Almeje a qualidade, não a quantidade

Forçar as pessoas a serem gratas não funciona. Pode fazer com que as expressões de gratidão pareçam falsas. A chave, então, é criar tempos e espaços que promovam a expressão voluntária e espontânea de gratidão.

Como transmitir verdade? Os detalhes são decisivos. Seja específico sobre uma pessoa ou alguma ação dela. Isso aumenta a sua própria apreciação e fica mais claro porque você está agradecendo.

Gratidão no trabalho: Dica 4) Ofereça muitas oportunidades de gratidão

Nem todo mundo gosta de ser agradecido ou de dizer “obrigado” em público. Existem pessoas mais tímidas ou genuinamente modestas.

Para isso, é necessário criar oportunidades para que isso seja feito. Por exemplo: manter um diário de gratidão. A ideia é construir um mural físico com post-its em que cada um pode se expressar livremente. Também pode ser virtualmente, na intranet ou em outros canais de comunicação interna, por exemplo.

Mas esse projeto funcionará melhor se a empresa encorajar o “obrigado” a atingir seres humanos reais e não coisas. Em vez de agradecer o café, seja grato à pessoa que faz o café todas as manhãs.

Gratidão no trabalho: Dica 5) Mesmo em momentos de crise, reserve um tempo para agradecer

Cultivar uma cultura de gratidão pode ser a melhor forma de ajudar o colaborador a se preparar para o estresse que vem com mudanças, conflitos e fracassos.

A gratidão ajuda os funcionários a ver ganhos mesmo em momentos difíceis. É uma espécie de “ferramenta” para transformar um obstáculo em uma oportunidade de crescimento.

Veja algumas perguntas para ajudar as pessoas a se recuperarem de vivências difíceis:

  • Que lições a experiência nos ensinou?
  • Podemos encontrar maneiras de ser gratos pelo que aconteceu conosco agora, embora não estivéssemos na época em que ocorreu?
  • Que habilidade a experiência extraiu de nós que nos surpreendeu?
  • É possível tornarmos o local de trabalho melhor por causa disso?
  • A experiência removeu um obstáculo que antes nos impedia de sentir gratidão?

Leia também – Como as diferentes gerações lidam com o avanço tecnológico no mercado de trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui