Habilidades comportamentais: programa da Cia de Talentos ajuda jovens em tempos de isolamento

habilidades comportamentais

Habilidades comportamentais do futuro – o mercado de trabalho exige cada vez mais habilidades socioemocionais ou soft skills mesmo nos jovens sem experiência profissional, e os efeitos da pandemia no presente já dão sinais das dificuldades de trabalho que estes irão enfrentar no futuro. O aprendizado em tempos de isolamento social é uma maneira positiva para esse grupo se desenvolver e se apoiar. Diante disso o Grupo Cia de Talentos, empresa de educação para carreira, ciente das mudanças necessárias impostas pelo novo coronavírus e incertezas no mercado de trabalho, organizou uma nova maneira de continuar apoiando o desenvolvimento de jovens que estão no início da vida profissional, e dispõe, em formato de webinar gratuita, o Jornada para o Futuro. O programa roda desde 2016 de maneira presencial e tem mais de 12 mil jovens no banco de dados, e mais de 350 Oficinas/Experiências promovidas.

Habilidades comportamentais: as 8 mais valorizadas

Realizado mensalmente, tem como proposta desenvolver as 8 soft skills mais valorizadas pelo Mercado de Trabalho, que são: Autoconhecimento, Cultura e Valores, Protagonismo e Resiliência, Empatia e Networking, Comunicação, Criatividade e Inovação, Mindset Ágil e Visão de Negócios –  para que esses jovens estejam mais bem preparados e também façam escolhas profissionais mais conscientes. Por meio de teoria e prática, “vivenciam” a soft skills através de cases, contato e bate-papo com uma consultora do Grupo Cia de Talentos, juntamente com uma empresa parceira. O que antes era feito presencial, agora está on-line através de webinars.

“No meu estágio estou aprendendo muito sobre o mundo corporativo e processos, e o Jornada para o Futuro têm me ajudado a desenvolver bastante as habilidades socioemocionais e a ser uma profissional mais competente e qualificada para o mercado”, declara Ana Paula Huanay Ramirez – Journee (participante do Jornada) e aluna de Administração na UNICAMP.

A turma de maio, que está acontecendo agora, é formada por 174 jovens espalhados por 19 Estados, de mais de 53 cursos e 125 universidades. 39% de pardos e pretos e 64% formados por mulheres. Esses números mostram o quanto o programa é inclusivo e abraça a diversidade.

Habilidades comportamentais: programa para jovens

O programa – com abrangência nacional e agora 100% online – é realizado com 13 empresas parceiras – Ambev, Avon, Bradesco, Gerdau, GPA, Itaú, Johnson & Johnson, McKinsey, PwC, Roche, Suzano e Whirlpool. “O Jornada tem se tornado uma ótima ferramenta de preparação dos jovens talentos para o mercado de trabalho que os aguarda. Se estar em grandes empresas desempenhando um papel de destaque parecia irreal para alguns desses talentos do futuro, o Jornada abre essa porta.”, afirma Guilherme Cerruti – Senior Recruiter da McKinsey.

Disponível para todos estudantes universitários e recém formados com até um ano, a expectativa da empresa é atingir 5 vezes mais jovens neste formato online, comparado ao off-line, ou atingir 5 vezes mais jovens que no ano passado.

“Neste momento de mundo, onde as oportunidades de novos empregos serão ainda mais restritas, quem estiver mais capacitado nas habilidades comportamentais mais buscadas pelo mercado de trabalho, com certeza terá um grande diferencial nos processos seletivos e chances de efetivação em estágios”, diz Sofia Esteves, idealizadora do projeto e fundadora do Grupo Cia de Talentos.

Para o estudante participar é preciso acessar o site www.jornadaparaofuturo.com.br e se cadastrar. Os inscritos receberão dois testes online, e a partir disso já serão convidados para fazer parte das Oficinas e Experiências.

Habilidades comportamentais: como desenvolver

Há alguns anos, as empresas perceberam o quanto é importante contratar profissionais com boas soft skills, mesmo que suas habilidades técnicas ainda precisem de treinamento. Isso porque é mais difícil desenvolver a criatividade em um profissional, por exemplo, do que o conhecimento sobre determinado programa.

Mas um erro comum é encher o currículo com habilidades comportamentais desejadas pelo mercado e esperar ter mais chances de ser chamado para uma entrevista. Você nunca deve se elogiar no currículo, mas comprovar essas soft skill por meio de situações vivenciadas na sua carreira.

Separamos algumas matérias sobre o assunto para dar uma força pra você:

O que são soft skills – não coloque isso no currículo (clique aqui).

Habilidades comportamentais do futuro – como se adaptar ao novo mercado (clique aqui).

Soft Skills do futuro para usar na entrevista de emprego (clique aqui).

Como desenvolver soft skills (clique aqui).

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui