terça-feira, maio 11, 2021
Home Notícias Mulheres no mercado de tecnologia

Mulheres no mercado de tecnologia

Mulheres no mercado de tecnologia, esse é o tema do artigo de hoje, escrito por Priscila Gasperin, gestora de RH da Dootax.

No último dia 30, a Dootax realizou um webinar voltado para mulheres no mercado de tecnologia.

Marcando as celebrações do Dia Internacional da Mulher, ao lado de renomadas profissionais do ecossistema de startup brasileiro: Renata Favale Zanuto, Co-Head do Cubo; Ingrid Barth, founder da Linker e Diretora da ABFintechs; Clara Miranda, engenheira de Dados da Reamp+Jellyfish, com a minha intermediação.

No encontro, compartilhamos nossas experiências e visões de como é ser mulher e atuar no setor dominado pela maioria de homens e quais seriam as alternativas para mudar este cenário.

Mulheres no mercado de tecnologia: O objetivo

Desde que ingressei na startup, me deparei com uma maioria esmagadora de profissionais homens, como era de se imaginar. Mas, o nosso objetivo era contratar mais mulheres para integrar o nosso time e, assim, fomentar a maior presença de profissionais do sexo feminino no ecossistema de tecnologia e startups.

A partir do meu olhar como gestora de RH, e experiência de 20 anos em grandes empresas como AmBev, Grupo Randon, Grupo RBS e TOTVS, e da vontade dos fundadores em ter mais mulheres em nossa equipe, começamos a captar mais perfis femininos para integrar o time de suporte de TI e desenvolvedores, pois entendemos que essa diversidade é totalmente necessária.

Mulheres no mercado de tecnologia: A realidade

Hoje, a nossa realidade está atendendo a nossa expectativa de 1 ano e 8 meses atrás: antes, a nossa equipe que era composta pela maioria de homens, hoje, já está bem balanceada.

Posso dizer que de 61 colaboradores, temos 41% do time composto por mulheres, um equilíbrio essencial para quem busca mais inclusão e diversidade dentro da nossa startup, incentivando também que mais mulheres ingressem nessa área.

Porém, essa realidade que temos na Dootax ainda está longe de ser a realidade da maioria das empresas de tecnologia. De acordo com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, de 2017 a 2019, houve aumento de 4,5% na quantidade de mulheres em carreiras ligadas à tecnologia da informação. Porém, as diferenças nas médias salariais ainda são grandes.

Mulheres no mercado de tecnologia: O estigma 

O estigma de que a mulher não pode integrar carreiras mais técnicas, assim como a falta de incentivo para que elas se apliquem em vagas que não estão 100% qualificadas ou ingressem nesse setor, é um dos desafios a serem enfrentados.

Outra questão está ligada à sobrecarga de conciliar diversas funções como família, casa e profissão, que também são obstáculos para que elas iniciem em diversas carreiras, não só na área de tecnologia.

Outra pesquisa, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostrou que apenas 20% dos profissionais que atuam no mercado de TI são mulheres.

Mulheres no mercado de tecnologia: O RH das empresas

Atualmente no RH das empresas, buscamos cada vez mais mulheres, com o intuito de promover diversidade e quebrar paradigmas de que elas não podem estar em setores antes predominantemente compostos por profissionais homens, assim como técnicos.

Acredito que essa transformação está atingindo diversas empresas e startups e, também, as próprias graduações e cursos profissionalizantes da área. Temos que começar a viabilizar essas oportunidades para que, no futuro, esse tema não precise ser mais debatido e que haja inclusão em todos os setores da sociedade.

Leia também – Os desafios das mulheres na área de tecnologia.

O PraCarreiras e a mentoria de carreiras

O PraCarreiras também faz uma mentoria de carreira, com preparação de currículo, LinkedIn, dinâmica de grupo e ensaio de entrevista de emprego.

Oferecemos soluções completas para que o profissional se posicione de forma adequada nos processos seletivos.

Para conhecer mais sobre os tipos de mentoria de carreira, clique aqui!

RELATED ARTICLES

Bexs Banco tem mais de 40 vagas abertas em TI, banking e mais

Vagas na Bexs Banco, instituição especializada em processamento de pagamentos internacionais estão abertas para pessoas de todo o Brasil. O Bexs Banco está com mais...

A importância de desenvolver as soft skills dos líderes

A importância de desenvolver as soft skills dos líderes, esse é o tema do artigo de hoje, escrito por João Bizzarri, cofundador da SkillHub. Os conceitos de...

Pesquisa da Ticket revela que 78% dos trabalhadores não permaneceram em home office integral durante a pandemia

Segundo o levantamento sobre a adaptação ao modelo remoto de trabalho, 49,7% dos entrevistados estiveram na empresa semanalmente e não permaneceram no home office...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Most Popular

Bexs Banco tem mais de 40 vagas abertas em TI, banking e mais

Vagas na Bexs Banco, instituição especializada em processamento de pagamentos internacionais estão abertas para pessoas de todo o Brasil. O Bexs Banco está com mais...

A importância de desenvolver as soft skills dos líderes

A importância de desenvolver as soft skills dos líderes, esse é o tema do artigo de hoje, escrito por João Bizzarri, cofundador da SkillHub. Os conceitos de...

Pesquisa da Ticket revela que 78% dos trabalhadores não permaneceram em home office integral durante a pandemia

Segundo o levantamento sobre a adaptação ao modelo remoto de trabalho, 49,7% dos entrevistados estiveram na empresa semanalmente e não permaneceram no home office...

Eminem – Stronger Than I Was

We woke reasonably late following the feast and free flowing wine the night before. After gathering ourselves and our packs, we...

Recent Comments

luiz orivan boccalletti junior on Análise de currículo grátis – Sorteio 2020
Amanda Galhardo on Fui demitido, e agora? Confira
Ana Carolina Okubo on Como montar um currículum vencedor?
Carlos Eduardo on Fui demitido, e agora? Confira