Google search engine
InícioMercado de TrabalhoNo Dia Internacional do Orgulho LGBT, pesquisa revela que público ainda sofre...

No Dia Internacional do Orgulho LGBT, pesquisa revela que público ainda sofre preconceito

 

75% dos entrevistados LGBT+ apontam que as empresas têm preconceito em contratar e 53% já sofreram algum tipo de discriminação pela sua orientação sexual.

 

Celebrado mundialmente em junho, o mês do orgulho LGBTQIA+ é marcado por eventos, palestras, debates e atividades, para conscientizar a importância do respeito e da promoção de equidade social e profissional de pessoas lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, queer, intersexuais e assexuais.

O mês de mobilização faz parte da luta da comunidade LGBTQIA+, que também celebra em junho uma das datas mais importantes da resistência do movimento: o Dia Internacional do Orgulho LGBT, em 28 de junho, criado em referência à Rebelião de Stonewall, ocorrida em 1969, quando gays, transexuais e drag queens protestaram contra uma ação violenta de policiais nova-iorquinos que queriam fechar um bar que reunia a comunidade.

Mas, apesar de toda essa manifestação mundial, o estudo Oldiversity®, desenvolvido pelo Grupo Croma, revela que público LGBT+ ainda sofre preconceito e discriminação pela sua orientação sexual.

Dia Internacional do Orgulho LGBT: A maioria da população

A diversidade é aceita pela grande maioria da população, mas ainda é preciso transpor o discurso para maior representatividade dos públicos em todos os âmbitos, sejam sociais ou profissionais. 77% dos entrevistados declaram aceitar a diversidade, 70% acreditam que as empresas e marcas devam integrar o tema diversidade e 54% dos entrevistados acreditam que as propagandas ajudam a criar uma sociedade mais tolerante.

Mas o público LGBT+ deseja maior participação no mercado de trabalho, segundo os dados da pesquisa. 75% dos entrevistados apontam que as empresas têm preconceito em contratar um profissional LGBT+, 72% gostariam de ver mais propagandas com elementos de diversidade e 68% dos entrevistados declaram que as propagandas ajudam a criar uma sociedade mais tolerante à diversidade. Algumas empresas já despertaram para este cenário e há tempos vem investindo em elementos e mensagens para o público LGBT+.

Dia Internacional do Orgulho LGBT: Preconceito

Comportamentos preconceituosos das marcas e falta de diálogo aberto quanto à diversidade afastam o público LGBT+, que deixa de consumir e não se relaciona com essas empresas. 69% não consomem produtos de marcas com comportamentos preconceituosos, 67% consideram e recomendam, 66% admiram e 65% preferem marcas que falam abertamente sobre a diversidade.

O estudo Oldiversity® mostra ainda que público LGBT+ sofre preconceito por sua orientação sexual e acredita que o atual governo influencia o aumento dele: 73% dos LGBT+ entrevistados dizem que o governo influenciou no aumento do preconceito de gênero ou orientação sexual e 53% já sofreram algum tipo de discriminação pela sua orientação sexual.

A agressão física e verbal é comum no cotidiano da comunidade LGBT+ no Brasil. Estamos vivendo um momento delicado no país com o aumento da intolerância e do discurso de ódio contra grupos que fazem parte da diversidade. Infelizmente as pessoas são agredidas pelo simples fato de serem quem são.

Essa violência é um reflexo do preconceito, que por sua vez deriva da falta de informação e da ignorância. As marcas têm um papel fundamental em abordar e incluir esse tema na sua comunicação para fomentar o debate e gerar esclarecimento para a sociedade”, explica Edmar Bulla, CEO do Grupo Croma.

O estudo compreendeu 2032 entrevistas on-line com a população de todo o Brasil, realizadas entre 23 e 31 de julho de 2020. O Grupo Croma lançou a segunda edição do Oldiversity®, com metodologia aplicada utilizando cotas de idade, gênero, região geográfica, classe socioeconômica, e cotas específicas de raça, orientação sexual e PCDs.

A margem de erro é de 2 p.p. para amostra total, considerando nível de confiança de 95%. Os resultados foram ponderados para representar a população brasileira das classes ABC.

Dia Internacional do Orgulho LGBT: Sobre o Grupo Croma

O Grupo Croma é especialista em design de inovação. Atua desde 2010 com portfólio de consultoria, tecnologia, pesquisa e capacitação. Com a missão de oferecer soluções para qualquer desafio, atua em diversos países e atende diferentes segmentos, sendo responsável por transformações significativas e resultados comprovados.

Dia Internacional do Orgulho LGBT: Sobre Edmar Bulla

Edmar Bulla é fundador do Grupo Croma, que oferece design de inovação. Graduado pela ESPM, possui especializações em Neurociência e Comportamento pela PUCRS e em Marketing Digital por Harvard, além de formações em Música e Filosofia.

Bulla também é conselheiro de administração pelo IBGC. Atuou em empresas como Nokia, PepsiCo e WPP, ocupando posições regionais e globais. Coautor do livro Líderes de Marketing, é professor e palestrante convidado em eventos no Brasil e exterior.

Bulla é apaixonado por conduzir processos de transformação em grandes empresas.

 

 

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

luiz orivan boccalletti junior on Análise de currículo grátis – Sorteio 2020
Amanda Galhardo on Fui demitido, e agora? Confira
Ana Carolina Okubo on Como montar um currículum vencedor?
Carlos Eduardo on Fui demitido, e agora? Confira
Fale com o PraCarreiras