Google search engine
InícioComportamentalPandemia exige esforço maior na adaptação ao novo emprego

Pandemia exige esforço maior na adaptação ao novo emprego

Especialista dá dicas para vai começar em um novo emprego e precisa se ambientar em uma nova equipe na era do home office.

Apesar da pandemia ter tido um impacto negativo sobre a empregabilidade no Brasil, muitas pessoas foram na contramão dessa tendência e conseguiram uma recolocação no mercado de trabalho.

Segundo dados do Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados em janeiro deste ano, foram gerados 142,7 mil postos de carteira assinada em 2020.

Como o mercado não parou durante esse período, muitas pessoas começaram novos empregos, e tiveram que passar pelo habitual processo de adaptação.

Novo emprego: Aprendendo novas funções

Tanto para aprender e praticar as novas funções, quanto para estabelecer relações interpessoais. Levar um tempo para se ambientar no novo ambiente profissional é tão comum que algumas empresas reservam um período exclusivo para este fim, oferecendo cursos e treinamentos aos recém-chegados.

Sheyla Almeida, coordenadora do MBA em Liderança e Gestão de Pessoas no Centro Universitário Newton Paiva , explica que trata-se da chamada socialização formal. “É por meio dela que os colaboradores recebem as primeiras instruções acerca das funções que passarão a exercer e da cultura cultivada na organização”, afirma.

No entanto, a interrupção das atividades presenciais devido à pandemia tem imposto particularidades a esse processo. Nesse contexto, a especialista afirma que cabe à organização criar condições para que essa socialização continue ocorrendo. “É fundamental que a gestão de pessoas e a liderança imediata do funcionário providencie uma versão virtual dessa etapa”, esclarece.

Novo emprego: A socialização informal

Sheyla destaca também a socialização informal, que é adquirida por meio da observação e da convivência com os demais colaboradores. “Essa socialização é decisiva para a integração do funcionário porque permite a assimilação dos elementos que compõem a cultura organizacional.

Por exemplo: a forma com que as pessoas se vestem, se comportam e se tratam naquele ambiente”, afirma.

Sobre as medidas para facilitar essa adaptação no home office, Sheyla destaca a importância da comunicação entre ambas as partes. “Além da empresa oferecer orientação, monitorar os resultados de perto e se manter à disposição, é preciso que o novo colaborador utilize as ferramentas disponíveis para buscar apoio, tirar dúvidas e se manter integrado”, finaliza a especialista.

Novo emprego: Sobre o Centro Universitário Newton Paiva

Com 47 anos de história, três modernos complexos em Belo Horizonte (MG) e mais de 80% do corpo docente formado por mestres e doutores, a Newton está entre as principais instituições de ensino superior de Minas Gerais.

A Newton oferece cursos de graduação, pós-graduação e a distância nas áreas de ciências exatas, tecnologia, saúde, comunicação, ciências sociais e direito, além de programas de iniciação científica e de extensão e cursos livres online e presenciais.

Consagrada pela alta qualidade acadêmica e excelente infraestrutura, conta com avançados laboratórios, núcleos de prática em diversas áreas do conhecimento e centros de inovação como o Fab Lab Newton, CNE – Centro Newton de Empreendedorismo, CEJU – Centro de Exercício Jurídico, NPCont – Núcleo de Práticas Contábeis e o Smart Campus – primeiro campus inteligente do estado.

Novo emprego: Espaços para cursos

Os estudantes dos cursos de saúde, por exemplo, contam com as clínicas-escolas de Odontologia, Psicologia, Fisioterapia, Enfermagem, Farmácia, Estética e a Clínica de Veterinária.

Nesses espaços, orientados pelos professores, os estudantes aplicam na prática o conhecimento adquirido em sala de aula e prestam serviços para a população, e os alunos de Arquitetura e Urbanismo contam com o escritório-modelo, Studio N.

Além da reconhecida qualidade de ensino e de privilegiar a prática, a Newton investe permanentemente no relacionamento com o mercado, firmando importantes parcerias para proporcionar a seus alunos as melhores perspectivas e oportunidades profissionais, incluindo convênios e acordos com instituições educacionais internacionais.

Como parte de seu compromisso de promover a reflexão e incentivar uma mudança de atitude com relação ao desenvolvimento sustentável, à consciência ambiental e ao consumo consciente, a Newton apoia e promove os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), uma agenda firmada em 2015 por 193 países junto à ONU, para acabar com a pobreza, lutar contra as desigualdades e a injustiça e combater as mudanças climáticas até 2030.

Veja mais em https://www.newtonpaiva.br.

Leia também – 6 dicas de como desenvolver a Comunicação assertiva.

Artigos Relacionados
- Advertisment -
Google search engine

Matérias mais lidas

Fale com o PraCarreiras