Como utilizar a gamificação para engajar o funcionário e reforçar a cultura da empresa

engajar o funcionário

Gamificação consiste no uso de mecânica e elementos-chave de jogos em situações do nosso cotidiano – como no trabalho, processos seletivos ou nos estudos, veja como a gamificaçação pode engajar o funcionário.

Entre os benefícios que de implementar o princípio no ambiente corporativo estão a construção e intensificação do sentimento de comunidade e de pertencimento; melhora no desempenho dos funcionários; aprofundamento e desenvolvimento da cultura da empresa; contribuição para um clima organizacional mais colaborativo.

Sua importância fica evidente na Pesquisa Game Brasil 2020, realizada pelo Sioux Group, na qual 91,7% dos entrevistados que já fizeram parte de dinâmicas de gamificação afirmaram que a experiência foi positiva.

Engajar o funcionário: As possibilidades

As possibilidades são diversas, e o limite é a criatividade. A metodologia pode ser usada internamente com os funcionários, como é o caso do Google – que promove um jogo sobre despesas em viagens corporativas – ou para o público externo, como observado no Starbucks com o programa My Starbucks Review, que oferece brindes para os clientes mais fiéis.

A gamificação pode definitivamente mudar o relacionamento com o colaborador. Pensando nisso, Uranio Bonoldi, professor da Fundação Dom Cabral, separou três vantagens da aplicação dessa técnica.

Engajar o funcionário: Envolvimento

Estudos mostram que funcionários devidamente envolvidos com a empresa dobram as taxas de satisfação dos clientes. Por outro lado, as empresas afetadas pela falta de envolvimento dos funcionários sofrem.

A gamificação permite empresas que não possuem uma cultura de engajamento criarem uma do zero, ou serve de apoio para aquelas com estruturas existentes. Com plataformas gamificadas, os funcionários podem acompanhar facilmente seu próprio progresso no trabalho, entender seus pontos fortes e fracos e ser direcionados para ações que os ajudarão a progredir e ter sucesso.

“Ao tornar visíveis objetivos, conquistas e referências, a gamificação cria compromisso e dedicação, transformando o trabalho em uma atividade divertida e envolvente. O reconhecimento que os funcionários obtêm por meio de mecanismos de feedback gamificados, como emblemas sociais e elogios, motivam e os levam a ter um desempenho superior”, argumenta Uranio.

Engajar o funcionário: Alinhamento com os objetivos da empresa

A gamificação é uma ótima maneira de promover os comportamentos desejados dos funcionários de acordo com os objetivos organizacionais, reforçando a cultura da empresa. “Quando adequadamente projetada e implementada, a gamificação inspira os funcionários a se tornarem cada vez melhores e mais alinhados aos valores da empresa”, enfatiza Bonoldi.

Engajar o funcionário: Medição de desempenho transparente

Em alguns modelos, o funcionário consegue ver como está se saindo em comparação a seus colegas, ajudando a entender em quais campos estão desempenhando melhor – o que gera uma sensação de justiça e clareza no que devem focar no trabalho. Também permite que as empresas estabeleçam metas individuais que sejam alcançáveis e realistas.

Para finalizar, Uranio reitera que não tem certo ou errado, “em um mundo onde criatividade e tecnologia estão cada vez mais presentes, vale a pena inovar também no cenário interno corporativo.

Procure implantar as técnicas que melhor se encaixam com a sua empresa, existem vários modelos de games que podem melhorar e muito o desempenho dos funcionários e trazer resultados positivos para a empresa. O importante é estar aberto a mudanças e buscar sempre a inovação”.

Engajar o funcionário: Sobre Uranio Bonoldi

Uranio Bonoldi é consultor em planejamento estratégico e governança corporativa, professor para turmas de MBA em “Poder e Tomada de Decisão” na Fundação Dom Cabral, escritor e palestrante. Trabalhou por mais de 30 anos em cargos de alta gestão, dentre os quais, CEO da Fundação Butantan.
Para mais informações, visite: www.influência e poder.com.br.

Leia também – Como prevenir o burnout em funcionários durante e após a pandemia.

O PraCarreiras e a mentoria de carreiras

O PraCarreiras também faz uma mentoria de carreira, com preparação de currículo, LinkedIn, dinâmica de grupo e ensaio de entrevista de emprego.

Oferecemos soluções completas para que o profissional se posicione de forma adequada nos processos seletivos.

Para conhecer mais sobre os tipos de mentoria de carreira, clique aqui!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui