Se você acompanha o PraCarreiras, já sabe que as soft skills foram as grandes protagonistas de 2019. E prometem continuar sendo. As habilidades não-mensuráveis vão determinar o futuro do trabalho, ou, no mínimo, como as relações profissionais vão acontecer daqui para frente.  

Para ajudar com esse novo momento, o Grupo Cia de Talentos criou o Jornada Para o Futuro. O projeto foi desenvolvido ao lado de 14 grandes companhias, dentre elas Ambev e Itaú, para integrar universidades, professores e empresas, e apoiar o desenvolvimento de jovens para que tomem decisões profissionais mais conscientes. 

Nesse contexto, pensar nessas habilidades é quase uma obrigatoriedade e contamos com a ajuda de Tays Mazepa, gerente do projeto, para entender melhor como desenvolver soft skills e a sua importância daqui para frente.

Como desenvolver soft skills? 

Vamos, primeiro, relembrar. Soft skills são um conjunto de habilidades e competências relacionadas ao comportamento humano. São capacidades emocionais, sociais e mentais que as pessoas adquirem durante a vida. “Todo o ser humano”, diz Tays, “independentemente da posição que ocupa na vida pessoal ou profissional, precisa delas para viver e conviver melhor com as suas escolhas e seus relacionamentos”. 

Ou seja, é inevitável que, em algum nível, você já tenha uma série de soft skills desenvolvidas, mas não tenha a consciência de como usá-las. Tanto que, para desenvolvê-las ainda mais é preciso, antes de mais nada, saber que elas estão lá. 

“Tendo consciência, autoconhecimento e vontade de melhorar já é meio caminho para esse desenvolvimento. Também existem livros, cursos e muito treino”, continua a gerente. “Soft skills são comportamentos que você carrega tanto na vida pessoal quanto na profissional”.

Tenha em mente também que essas habilidades podem ser desenvolvidas a qualquer momento da vida – tanto na infância quanto na vida adulta. São comportamentos que você pratica e aprimora a todo momento.  

Como melhorar as minhas soft skills? 

Se você já passou pela primeira etapa, de ter consciência das suas habilidades, e quer melhorá-las ainda mais, há um jeito. O principal, de acordo com Tays, é estudando e se mantendo atualizado. “Mais que tudo, tendo consciência e treinando, treinando e treinando!”, diz. 

No dia a dia, você pode também mantê-las em mente, para potencializar esse treinamento. Lembre que elas estão ali para serem usadas! Perceba como você se comporta diante das situações, fique atento, aplique o que já sabe e esteja aberto para melhorar, sempre!

E, se você estiver se perguntando em qual soft skill deve investir mais, saiba: todas elas são importantes, mas você pode sempre focar nos seus pontos de melhoria. Se você já é uma pessoa empática, treine a comunicação clara. Se é criativo, busque aprender sobre visão de negócios e assim por diante. 

Tays dá outra dica. Caso você queira saber quais serão as habilidades mais buscadas daqui para a frente e o porquê, fique atento à lista abaixo: 

  • Autoconhecimento: sem ele, é impossível saber o que precisa ser mexido; 
  • Cultura e valores: ajudam nas escolhas;
  • Empatia: ferramenta essencial para relacionamentos melhores;
  • Protagonismo e resiliência: importantíssimo para alcançar objetivos e metas; 
  • Comunicação: ainda mais importante em um mundo digital;
  • Criatividade e inovação;
  • Visão de negócios: válida para qualquer profissão. 

Você tem dúvidas sobre como desenvolver as suas soft skills e conseguir o emprego dos seus sonhos? No nosso grupo do Facebook damos dicas e outras informações importantes para ajudar você a crescer profissionalmente.