Como conseguir uma fonte de renda extra

como ter uma fonte de renda extra
Foto: Christina Morillo

Estamos vivendo um momento único na história mundial. É fato que jamais se imaginou que um vírus poderia parar o mundo como tem acontecido agora. Porém, o momento não é de pensar no problema, e, sim, nas soluções. Por isso, quer você tenha sido dispensado do seu trabalho por conta da quarentena, quer tenha a sua renda reduzida por causa dela, selecionamos formas de você ter uma fonte de renda extra e não ficar desamparado nesse período. 

Vale lembrar, antes de mais nada, que o Governo Federal já anunciou uma série de medidas para ajudar o trabalhador brasileiro durante esse período de incertezas. De qualquer maneira, você pode fazer a sua parte e não se manter parado. Encontrar uma fonte de renda extra é uma ótima ideia tanto para manter um mínimo de dinheiro no caixa para períodos de crise como esse como para ocupar o seu dia. Afinal, passar as 24 horas do dia dentro de casa por algumas semanas não é simples. 

Como conseguir uma fonte de renda extra? 

1.Seja um afiliado

Você sabia que sites como a Amazon, Saraiva, Hotmart e Monetizze permitem que você seja um afiliado? Isso significa que, fazendo um cadastro nesses sites, você recebe um link personalizado para os produtos que essas empresas oferecem (de cursos online à livros) e ganha uma porcentagem do dinheiro a cada venda feita usando o seu link. 

Vale ficar de olho às regras de pagamentos, mas, no geral, você precisa alcançar um valor mínimo antes dele ser transferido para a sua conta. No entanto, é um jeito simples, rápido e fácil de você fazer uma renda extra sem muito esforço. 

2.Dê aulas online

Você é especialista em alguma coisa? Tem alguma habilidade diferenciada? Sabe falar uma língua fluentemente? Que tal dar aulas online? Desse jeito, você pode montar a sua própria agenda e cobrar por hora. Use o seu conhecimento a seu favor!

3.Escreva (e venda) livros

Se você tem muito conhecimento sobre um assunto, porque não escrever sobre ele? Plataformas online como a Amazon permitem que você publique de forma independente os seus próprios livros, o que significa que você pode vender aquilo que escreve sem a necessidade de uma editora! 

Os e-books vieram para, de verdade, revolucionar a forma como lidamos com a literatura, por isso, aproveite mais uma vez o que você sabe para escrever um livro e vendê-lo você mesmo!

4.Venda o que você não usa mais

Já que o momento é de ficar em casa, faça uma limpa no seu guarda-roupa e venda online tudo aquilo que você não usa mais, mas que está em bom estado. Existem sites que podem ajudar você com isso, como o Enjoei, mas você também pode se utilizar de grupos no Facebook ou no WhatsApp para vender essas peças. Dessa forma, você não só tem uma fonte de renda extra como também pode se desfazer do que está parado e sem uso no seu armário. 

5.Revenda produtos importados

Sabia que é muito comum importar produtos vindos de países asiáticos, como a China, e revendê-los online? Pois é. Muitas vezes, você não precisa nem receber esses produtos na sua casa, só redirecioná-los para o endereço dos seus clientes. 

Para começar, você pode fazer essas revendas apenas sob encomenda, para, depois, criar uma página com estoques e que venda de forma mais orgânica. 

6.Responda pesquisas online

Existem páginas na internet que pagam seus usuários para responder pesquisas de público e de consumo. Esses dados, depois, são usados para uma série de projetos e adaptações de mercado, mas também consiste em uma forma de você manter um fluxo de caixa constante, sem sair de casa.

7.Dê consultorias

De novo: se você tem alguma especialidade, pode dar consultorias na sua área online. Sejam reuniões individuais ou aulas para grandes turmas, você pode usar da internet para compartilhar esse conhecimento com quem precisa de ajuda no seu negócio ou na sua carreira. 

8.Tire e comercialize suas fotos

Sites como o Getty Images e o Shutterstock compram fotos feitas por fotógrafos independentes para alimentar os seus bancos de imagens. Você recebe um valor toda vez que as suas imagens são baixadas por um dos clientes dessas páginas – ou seja, esta é uma fonte de renda passiva. Tudo o que você precisa fazer é criar imagens em alta qualidade, fazer o upload delas para os sites em questão e esperar. 

9.Use os aplicativos certos

Existem muitos aplicativos que valorizam o uso devolvendo uma parte do dinheiro gasto através dele. O chamado cashback significa que, toda vez que você faz uma compra ou usa o app para fazer um pagamento, uma parte do dinheiro volta para você. É uma ótima ideia para quem busca usar o próprio dinheiro de forma inteligente. O PicPay, por exemplo, oferece cashback de até 40% para os usuários que fizerem pagamentos por lá. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui