Currículo de jovem aprendiz: tudo o que você precisa saber

Currículo de jovem aprendiz: tudo o que você precisa saber
Currículo de jovem aprendiz: tudo o que você precisa saber

Hoje, vamos falar de currículo de jovem aprendiz. O Jovem Aprendiz é um programa que insere jovens no mercado de trabalho, ajudando também a  combater a evasão escolar e o trabalho infantil. É uma forma de jovens se prepararem e ganharem qualificações profissionais. Segundo uma publicação no site oficial do Senado, o jovem aprendiz é a melhor porta de entrada no mercado de trabalho para pessoas de até 24 anos. Estima-se que atualmente tenham 450 mil aprendizes. Desde 2005, são mais de 3,3 milhões de aprendizes contratados. Mas o que colocar no currículo de jovem aprendiz?

Se você está buscando essa oportunidade, trouxemos aqui algumas dicas que vão te ajudar a fazer um currículo de jovem aprendiz. Para isso, conversamos com a Gestora de Recursos Humanos com especialização em Liderança e Coach na Gestão de Pessoas, Eloar Belarmino. Boa leitura!

Como deve ser o currículo de jovem aprendiz? 

Os currículos devem ser claros, objetivos e com um layout agradável. As informações contidas no currículo devem mostrar ao recrutador quem é você e qual a vantagem da sua contratação.

“O currículo para jovem aprendiz deve ressaltar a formação acadêmica, trabalhos feitos durante essa formação, as principais competências do jovem aprendiz. Seu conhecimento em outras línguas, por exemplo, intermediário, avançado.”, explicou Eloar Belarmino.

A estrutura de um currículo de jovem aprendiz deve ser:

  • Dados pessoais – nome, telefone, e-mail e endereço.
  • Objetivo do currículo – qual vaga ou área você pretende atuar.
  • Resumo das qualificações – conhecimentos e aptidões que possam contribuir com seu desenvolvimento na empresa.
  • Formação acadêmica – sua escolaridade com ano de conclusão, nome do curso e da instituição de ensino.
  • Cursos – caso tenha algum curso extra curricular, por exemplo, idiomas e informática.
  • Trabalho voluntário – atividade que você exerce e o que aprende com ela.

Nunca tive experiência, o que devo colocar? 

O currículo para primeiro emprego também pode ser atrativo para os recrutadores, basta inserir as informações corretas, mesmo que você ainda não tenha experiência profissional. 

“Não terá o tópico de Experiência Profissional, porque ele não tem experiência. Deve-se demonstrar com clareza o interesse em aprender. A sua desenvoltura sobre sua vida escolar, se foi representante de turma, se liderou alguma equipe de estudo e como se saiu nessa liderança. Cursos complementares, cursos online, palestras que tenha participado.”, disse a  Gestora de Recursos Humanos com especialização em Líderança e Coach na Gestão de Pessoas, Eloar Belarmino.

Insira características/habilidades 

Se você está buscando uma oportunidade como jovem aprendiz e ainda não tem experiência, precisa mostrar para a empresa que possui competências e valores que vão contribuir com o seu desenvolvimento profissional. 

Você pode inserir, por exemplo:

  • Bom relacionamento com as pessoas;
  • Conhecimento em informática (pacote Office)
  • Organização;
  • Boa escrita;
  • Facilidade com internet.

Vale ressaltar que estas características devem ser verdadeiras e que, de alguma forma, podem contribuir com o seu papel na empresa e na vaga na qual está se candidatando.

Para Eloar Belarmino, as empresas buscam “Disponibilidade, Proatividade, interesse em aprender”, disse.

Insira trabalho voluntário 

Inserir o trabalho voluntário no currículo de jovem aprendiz mostra que você tem comprometimento e responsabilidade com uma atividade. Ainda, o trabalho voluntário pode trazer diversos aprendizados como trabalho em equipe, liderança, paciência, empatia, entre outros.

“Trabalho voluntário traz um diferencial enorme em qualquer currículo, atrai os recrutadores gerando curiosidade em conhecer este candidato”, afirmou a a Gestora de Recursos Humanos com especialização em Liderança e Coach na Gestão de Pessoas, Eloar Belarmino.

Faça um resumo que chame a atenção 

O resumo do currículo deve trazer de maneira direta e sucinta as principais qualificações e características que fazem de você um bom candidato. É ele que os recrutadores vão ver e decidir se você continua no processo seletivo.

Para Eloar Belarmino, o texto do resumo profissional deve ser curto e objetivo. “Descreva sobre a  formação acadêmica e destaque quais foram os principais feitos. Demonstre suas habilidades e competências”, disse.

Dica extra: formatação do currículo de jovem aprendiz

Na hora de formatar um currículo de jovem aprendiz, a dica é simples: menos é mais. Separamos algumas dicas para você não errar:

  • Aposte em fontes de fácil leitura, como Arial ou Times New Roman;
  • Coloque as letras no tamanho 11;
  • Use espaçamento de 1,5;
  • Use margens de 1,5.

Se você está buscando uma oportunidade como jovem aprendiz, a dica é ter persistência. “Estude sempre, não pare nunca. Cursos online, mesmo os gratuitos, agregam muito ao currículo. E demonstram ao recrutador que você está em constante aprendizado.
Se envolva em trabalhos voluntários e descreva com clareza a sua função exercida.”, concluiu a Gestora de Recursos Humanos, Eloar Belarmino.

E aí, aprendeu a deixar o seu currículo de jovem aprendiz mais atrativo? Agora é hora de colocar a mão na massa e procurar seu primeiro emprego! Boa sorte!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui