Empregos na pandemia: especialista dá dicas como fazer um vídeo currículo e se destacar entre os candidatos

vídeo currículo

Vídeo currículo ainda é uma novidade, mas já está ganhando espaço nos processo seletivos das empresas.

Em tempos de pandemia e com boa parte dos trabalhadores em home office, muitas empresas e recrutadores – especialmente no setor varejista e nas seleções com muitos candidatos, como as de trainees – passaram a requisitar o currículo por meio de vídeo aos candidatos.

Esse tipo de produção audiovisual requer basicamente que os interessados descrevam suas habilidades e conquistas profissionais, assim como seus objetivos de carreira e pretensões futuras.

De acordo com Richard Vasconcelos, CEO da LEO Learning, o currículo escrito já não é um bom parâmetro para capturar a personalidade ou essência da pessoa nos tempos atuais. “Na melhor das hipóteses, os documentos em papel ou PDF apenas atestam o que o candidato fez no passado, porém não demonstram o que é capaz de realizar no futuro”, afirma.

Para o executivo, o material em vídeo é muito mais rico para o recrutador avaliar e conhecer melhor a personalidade do candidato como um todo, além de agilizar algumas etapas do processo seletivo. Por todas essas razões, muitas empresas passaram a requisitar o envio de um vídeo currículo na primeira etapa da candidatura desde o início da pandemia, inclusive a própria LEO Learning.

Vídeo currículo: Questionamentos

Embora algumas pessoas possuam uma certa resistência, tendo como base de argumentação o fato de não ser ator ou ter vocação para artes cênicas, o modelo é eficaz porque o recrutador consegue avaliar se o candidato consegue expressar uma ideia e a sua linha de raciocínio.

“A capacidade de comunicação hoje é fundamental para diversas vagas no mercado de trabalho. Com o vídeo, é possível começar a avaliar tudo isso de uma forma bem tranquila e ágil”, explica Richard.

Outro benefício do vídeo currículo é a possibilidade de checar a capacidade de protagonismo do candidato. “Muitas pessoas têm vergonha ou medo de falar em um vídeo.

Ele acaba sendo uma boa opção para verificar quem tem coragem para se apresentar dessa forma. Isso também mostra um maior interesse pela vaga, pois uma gravação demanda tempo de preparação por parte dos candidatos”, argumenta.

O executivo ainda lembra que o vídeo currículo não substitui a entrevista, serve apenas como a primeira triagem de currículos escritos. “Muitas vezes o currículo audiovisual vem também acompanhado ao modelo tradicional, o que mostra ao gestor de RH uma boa versatilidade do candidato, além de ressaltar diferentes qualidades”, completa.

Como fazer um vídeo currículo atraente?

Segundo o CEO da LEO Learning, o vídeo currículo deve contar com um breve resumo sobre os principais feitos da carreira, projetos, resultados, além das suas expectativas futuras. Para isso, é preciso que o candidato faça um roteiro e estude muito bem antes o que vai falar.

Isso não significa, entretanto, que o candidato deve decorar ou ler um texto. “O recrutador precisa sentir a naturalidade no vídeo. Uma pessoa que não é capaz de falar um pouco sobre si mesma com naturalidade terá menores chances de ser contratada”, revela.

Para auxiliar os candidatos na produção do currículo audiovisual, o executivo traz outros detalhes importantes antes de realizar a gravação. Confira:

Vídeo currículo: Roupas

Quando criamos um vídeo currículo, apresentamos um pouco da nossa própria identidade e marca pessoal. O indicado é estudar o tipo de empresa em que está se candidatando para avaliar a melhor maneira de se vestir.

Caso a entrevista seja em uma companhia do mercado financeiro, vista-se de uma maneira mais formal. Já se for em uma startup, prefira utilizar roupas mais despojadas ou que podem revelar um pouco de sua personalidade.

Vídeo currículo: Postura

Nosso corpo transmite sinais sobre quem somos ou qual momento estamos vivenciando na vida. Portanto, a postura em frente à câmera é importante. Tenha confiança e um tom de voz adequado.

Vídeo currículo: Escolha do lugar

O ambiente de gravação deve ser silencioso, iluminado e organizado. Avise a quem estiver próximo que não poderá ser interrompido.

Vídeo currículo: Duração

O recomendável é que o vídeo tenha, em média, de dois a três minutos. Mais uma vez, o segredo é ensaiar para que o conteúdo fique dentro deste tempo.

Vídeo currículo: Tecnologia

Teste a câmera ou a webcam antes de gravar, para ter certeza de que estará funcionando perfeitamente e que a captação da imagem e do áudio estarão adequadas.

Vídeo currículo: Sobre a LEO Learning

Revolucionar a aprendizagem através de novas linguagens, como webséries, realidade virtual e games pensados para desenvolver habilidades específicas, são ingredientes com os quais a LEO Learning Brasil vem aperfeiçoando, de modo customizado, os times de diversas organizações no país.

Uma empresa nacional em sociedade com a LEO Learning britânica, pioneira em educação a distância no cenário mundial, a edtech é uma novidade promissora no mercado de educação corporativa e deve crescer bastante nos próximos anos.

Leia também – Currículo digital: o que é mais relevante apresentar ao recrutador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui