Palavras-chave para currículo: como deixá-lo persuasivo

Palavras-chave para currículo
Palavras-chave para currículo

Quando a gente fala de currículo, não tem jeito: o foco principal é chamar a atenção dos recrutadores de maneira rápida. Segundo a Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) do IBGE, o Brasil tem hoje 12,850 milhões de pessoas desocupadas. Com tantas pessoas buscando uma oportunidade no mercado de trabalho, como se destacar? Para isso, existem algumas técnicas que fazem você se diferenciar da concorrência, como é o caso do uso de palavras-chave para currículo.

Recentemente, o site americano de recrutamento ZipRecruiter trouxe uma lista de palavras mais buscadas pelos recrutadores e que podem fazer você se diferenciar. São elas:

• Análise
• Apoio
• Cliente
• Conhecimento
• Dados
• Desenvolvimento
• Equipe
• Experiência
• Gestão
• Habilidade
• Liderança
• Negócio
• Operação
• Profissional
• Projeto
• Responsável

Para que a gente aprenda sobre quais as melhores palavras e termos para turbinar o seu currículo e conquistar aquela tão sonhada vaga, conversamos com o Danilo Martins, idealizador e fundador da DM Assessoria, empresa criada para ajudar pessoas e empresas a se posicionarem estrategicamente em suas carreiras.

Quando a gente fala de currículo, algumas palavras podem ajudar a chamar a atenção já logo no resumo. Quais você acha mais adequadas?

“Seu resumo tem que falar rapidamente do que faz e como faz. No geral, recomendo sempre usar no máximo 5 parágrafos sendo:

1° parágrafo: Consolidada Experiência na área de xxx, com 10 anos de experiência em empresas nacionais e multinacionais.
Importante: Se for um profissional novo no mercado de trabalho, tira o “consolidada” e segue o texto.

2° parágrafo: Atuação com área de vendas, desenvolvendo projetos com carteira de clientes, gestão de budget, e com resultados de 10MM/ano.
Importante: Sempre reforçar sua liderança de projetos, e o resultado financeiro que isto trouxe.

3° parágrafo: Atual analista de vendas da xxxx, lidero análises, geração de relatórios, dando suporte a 20 gerentes, etc.
Importante: Neste parágrafo fale sobre sua atual posição, o que faz e traga números.

4° parágrafo: Conhecimentos também em processos, vendas, treinamento e toda rotina comercial.
Importante: Neste parágrafo você o que mais sabe fazer;

5° parágrafo: Orientado para resultados, apoia organizações na construção e fortalecimento de times de alta performance.
Importante: finalize seu resumo com orientado para resultados.”, explicou Danilo.

Em quais partes do currículo, os candidatos podem incluir essas palavras estratégicas?

“No resumo, sempre! Se ele não estiver estratégico, rápido e de fácil entendimento, certamente o recrutador não irá ler todo o conteúdo.”, afirma Danilo.

O resumo e o objetivo do currículo são as primeiras partes que o recrutador lê e decide se vai manter o candidato no processo seletivo.

É possível incluir palavras-chave também na descrição das atividades feitas no trabalho?

“Certamente! Sempre importante começar com: Integrante da área XXX, respondia pelo xxxx com o resultado XXX.
Após, colocar algumas responsabilidades como:

– Gerenciamento de carteiras;
– Atendimento a cliente;
– Análise de resultados.”, explicou Danilo Martins.

As palavras-chave podem mudar de acordo com a área de atuação da pessoa?

“Pode sim! Mas no geral as palavras chaves nada mais são que pontos importantes que você não pode deixar de falar no seu material. Por exemplo:

Consolidada experiência (para falar do tempo que atua naquele mercado/atividade), Atuação com (para falar o que você faz, o que conhece e o resultado disso), Atual posição em (para falar do que faz atualmente ou qual foi a ultima posição).”, concluiu Danilo Martins.

É ideal que o candidato mude as palavras do currículo para cada vaga que vai se aplicar?

“Não. O ideal é que se ele tem duas profissões bem diferentes, tenha um currículo para cada uma delas. Por exemplo:

Trabalho com marketing, mas já trabalhei como advogado. Neste cenário, tenha dois materiais. Agora, se trabalha com marketing, mas já trabalhou com treinamento comercial, venda, etc, faça um único currículo envolvendo as três áreas, destacando o que mais quer fazer.”, explicou.

Não sabe o que escrever no currículo? Clique aqui e aprenda!

Quais as palavras/frases/termos que devem ser evitados no currículo?

Algumas palavras-chave para currículo já estão ultrapassadas e podem prejudicar os candidatos, deixando o currículo raso e nada vendedor. Veja as dicas do Danilo Martins sobre as palavras e termos que NÃO devem ser usados:

“Jamais coloque que está desesperado, que é ético, profissional e que aprende fácil. O mercado mudou e infelizmente isso pode parecer desespero, e ninguém contrata desesperado. Tenha sempre um objetivo, e este não pode ser “disponível no mercado”, pois essa vaga não existe. Seu currículo tem se mostrar você mais estratégico – comercial, e menos emocional.”, disse.

E no LinkedIn, podemos seguir as mesmas regras?

Certamente! Ponto de atenção no LinkedIn: Preencha todos os dados, foque no resumo e em uma bela foto.

Para chamar mais atenção nas publicações do LinkedIn, você pode, por exemplo, publicar fatos do mercado que atua, entrevistas de influencers, gerar artigos sobre determinados assuntos. Ajuda muito!

Dicas extras para ter um currículo que chama a atenção

“Liste o que você faz, quais são seus resultados durante sua carreira (seja de vendas ou qualidade), e quebre suas experiências/conhecimentos em blocos. Após, pensando em 5 parágrafos, pense como organizar cada um dos itens nessas partes.

Sempre com a cabeça em:
Primeiro = quanto tempo trabalho no mercado e o que sei fazer.
Segundo = detalhe um pouco mais o que sabe fazer.
Terceiro = fala da sua posição atual e/ou a mais recente.
Quarto = Fale sobre outras coisas que saiba fazer.
Quinto = que você é focado em resultados com qualidade e pronto para trabalhar em times de alta performance.”, finalizou Danilo Martins da DM Assessoria.

E aí, gostou de conhecer mais sobre as palavras-chave para currículo? Agora é só começar a trabalhar e melhorar a descrição do seu currículo e do LinkedIn para chamar a atenção dos recrutadores. Boa sorte!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui