Freelancer pela primeira vez? Saiba quanto cobrar pelo seu trabalho

freelancer quanto cobrar

Freelancer quanto cobrar: como definir um valor para seu trabalho como freelancer. Veja calculadora com base em tabela de preços. Dados da Workana apontam que desde o início da quarentena, cresceu 32% o número de profissionais cadastrados na plataforma no Brasil.

No momento de incertezas e grandes mudanças do mercado de trabalho, os profissionais brasileiros vêm buscando na atividade freelance uma alternativa de renda. É o que aponta o levantamento realizado pela Workana , maior plataforma que conecta freelancers a empresas da América Latina. De acordo com dados da empresa, desde o início do isolamento, cresceu em 42% o número de profissionais cadastrados na plataforma na América Latina. Apenas no Brasil, viu-se um crescimento de 32%.
Em termos comparativos, o crescimento mensal até fevereiro girava em torno de menos de 10%. Com isso, profissionais que ainda não haviam tido contato com a modalidade freelance, se encontram pela primeira vez precisando organizar sua rotina de trabalho e, principalmente, precisam aprender a cobrar pelo seu trabalho.

Daniel Schwebel, gerente nacional da Workana, aponta que o trabalho já vinha sofrendo mudanças nos últimos anos, mas que foram impulsionadas pela atual crise. “Se antes o mercado e os profissionais já estavam compreendendo que é possível trabalhar e produzir independentemente do local, isso se comprovou em meio ao isolamento social. As pessoas estão descobrindo novas modalidades de trabalho, o que traz mais oportunidades e pode mudar as relações de trabalho para sempre de uma maneira muito positiva”, relata. O especialista complementa, ainda, que sem barreiras físicas, profissionais podem se candidatar a projetos em qualquer parte do mundo, além de empresas encontrarem os melhores talentos sem distinção de local.

No mercado desde 2012, a Workana tem como premissa unir empresas e profissionais, proporcionando relações saudáveis de trabalho. No modelo da plataforma, são os profissionais que definem o quanto custa determinado projeto, o que, segundo Schwebel, é essencial para a valorização desses trabalhadores. Em 2016, foram lançadas duas ferramentas, Calculadora Freela Valor Hora Freela , para que os freelancers tenham um parâmetro correto na hora de definir o custo de suas atividades. E em busca de ajudar os tantos freelancers de primeira viagem, Schwebel levantou um passo a passo para começar:

Freelancer quanto cobrar 1: Planejamento e metas

Primeiramente, quanto você quer ganhar? Estipular um valor pode parecer um passo muito simples, mas é deixado de lado por vários profissionais e resulta na sobrecarga de trabalho em busca de conseguir pagar as contas.

Freelancer quanto cobrar 2: Entenda seus gastos

Agora que você estipulou o quanto pretende ganhar, é a hora de colocar na ponta do lápis a estrutura de custos necessários para desenvolvimento do trabalho como, por exemplo, aluguel, gastos com internet, telefone, software de trabalho, materiais de escritório, serviços terceirizados e impostos, além de marketing para divulgação do próprio trabalho.

Freelancer quanto cobrar 3: Determine quantas horas você pretende trabalhar

É importante definir uma rotina, já que trabalhar de casa pode acabar consumindo muito mais tempo por você já estar ali e não precisar se locomover. Considere quantas horas por dia pretende trabalhar, dias úteis, férias, feriados, e não se esqueça de contar com possíveis doenças e tempo dedicado às questões administrativas. Todos esses pontos podem ser facilmente calculados na Calculadora Freela , que apresentará, ao final do processo, uma média do valor da sua hora baseado no salário mensal – que contempla qual é o rendimento desejado e os custos com a estrutura de trabalho – e as horas faturáveis por mês.

Freelancer quanto cobrar 4: Compreenda seu mercado

Além de realizar os cálculos de forma individualizada, é importante ter um panorama de quanto os profissionais da sua área cobram, em média, o que pode servir de parâmetro para o profissional verificar se os seus cálculos estão de acordo com o mercado e realizar possíveis ajustes em determinados pontos. Essas informações são detalhadas na ferramenta Valor Hora Freela , dividida por função, habilidades, qualificação e experiência profissional.

Na Workana é possível contratar e oferecer serviços nas áreas de E-commerce, Marketing Digital e Vendas, TI e Programação, Tradução e Conteúdo, Design e Multimídia, Suporte Administrativo, Jurídico, Finanças e Administração e Engenharia e Manufatura. Já são mais de 3,2 milhões de profissionais cadastrados na plataforma e mais de 30 mil projetos publicados mensalmente.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui