LinkedIn aponta empregos em alta para 2021: posições nas áreas de saúde e tecnologia se destacam no Brasil

empregos em alta

Levantamento revela empregos em alta, habilidades e panorama geral do mercado para apoiar os brasileiros no planejamento de suas carreiras.

Com as mudanças do mercado de trabalho, o LinkedIn, maior rede social profissional do mundo, realizou um levantamento que aponta os 15 empregos que mais cresceram entre abril e outubro de 2019 em comparação com o mesmo período de 2020.
Dentre as áreas que devem movimentar o mercado brasileiro de trabalho em 2021, destaque para as posições nos setores de saúde e de tecnologia, impulsionados pelas demandas da covid-19.
Por ser um dos países mais atingidos pela pandemia, os dados mostram um investimento do Brasil em projetos de pesquisa relacionados ao novo coronavírus. Organizações de estudos clínicos como o Instituto Butantan, IQVIA e PRA Health Sciences estavam entre as principais empresas que contrataram pesquisadores e profissionais do setor farmacêutico para suprir essa demanda.

Empregos em alta: No setor da saúde

Ainda no setor de saúde, os enfermeiros de terapia intensiva, por exemplo, registraram uma taxa de crescimento recorde de 820% em comparação com o ano anterior.
Houve, ainda, um aumento de 34% nas contratações de especialistas em saúde mental devido ao estresse ligado ao bem-estar de familiares e conhecidos, isolamento social e as incertezas dos impactos da pandemia na sociedade como um todo.
O estudo também aponta que, conforme as empresas vão se adaptando a esta nova realidade, a área ligada à tecnologia se torna cada vez mais essencial e com uma demanda crescente no mercado.
Desenvolvedores, engenheiros de software, designers de produtos e especialistas em segurança cibernética são algumas das profissões que têm se destacado. Além disso, o LinkedIn identificou que pelo menos 20% destes cargos abertos são para funções remotas.
Relacionadas a este universo digital, outras carreiras também aparecem em destaque: e-commerce, produtores de conteúdo, especialistas em marketing digital e análise de dados, por exemplo.
Veja a lista completa com os 15 empregos em alta que deverão impulsionar o mercado de trabalho em 2021, segundo o LinkedIn.

Empregos em alta: 1. Médicos especializados

Principais competências: enfermagem em terapia intensiva, farmácia clínica, medicina, fisioterapia, terapia ocupacional e biologia
Cargos mais comuns: enfermeiro(a) de terapia intensiva, enfermeiro(a) de saúde pública, enfermeiro(a) de pronto-socorro, clínico geral, fisioterapeuta, farmacêutico(a), médico(a) e especialista clínico

Empregos em alta: 2. Cargos em tecnologia 

Principais competências: Git, Unity, JavaScript, React.js, Scrum, design de experiência do usuário (UED), SQL, design de interface do usuário e Cascading Style Sheets (CSS)
Cargos comuns: engenheiro(a) de software, desenvolvedor(a) de backend, desenvolvedor(a) de jogos, desenvolvedor(a) de frontend, consultor(a) de design de produto, designer de interface do usuário, desenvolvedor(a) de web e analista de segurança cibernética

Empregos em alta: 3. Farmacêuticos e pesquisadores

Principais competências: monitoramento clínico, boas práticas clínicas (BPC), boas práticas de laboratório (BPL), pesquisa clínica, bioquímica e hematologia
Cargos comuns: técnico(a) em medicina, cientista de laboratório médico e assistente de laboratório

Empregos em alta: 4. Cargos em vendas e desenvolvimento de negócios

Principais competências: negociação, gestão comercial, e-commerce, pré-vendas, planejamento de negócios, negociação, gestão de vendas
Cargos comuns: especialista em vendas, gerente de vendas, assistente operacional de vendas

Empregos em alta: 5. Especialistas em E-commerce

Principais competências: e-commerce, gerenciamento de logística, produtos SAP, operações de depósito, controle de estoque e gerenciamento da cadeia de suprimentos
Cargos comuns: diretor(a) de cadeia de suprimentos, técnico(a) em logística, analista de estoque, operário(a) de estoque, gerente de e-commerce, analista de e-commerce

Empregos em alta: 6. Profissionais autônomos de conteúdo digital

Principais competências: experiência em podcasts, YouTube, marketing digital e edição de vídeos
Cargos comuns: podcaster, YouTuber, coordenador(a) de conteúdo e editor(a) de vídeo

Empregos em alta: 7. Especialista em marketing digital

Principais competências: marketing de influência, marketing digital, growth hacking, experiência de usuário (UX), mídias sociais, Search Engine Optimization (SEO)
Cargos comuns: gerente de mídias sociais, especialista em estratégias de posicionamento, consultor(a) de marketing digital, produtor(a) de conteúdo e redator(a) para experiência do usuário

Empregos em alta: 8. Profissionais de finanças 

Principais competências: serviços bancários, negociação, planejamento de negócios, investimentos, finanças corporativas, mercado de capitais e análise financeira
Cargos comuns: diretor(a) financeiro(a), corretor(a) de ações, consultor(a) de serviços financeiros, contador(a), supervisor(a) de contas a receber e bancário(a)

Empregos em alta: 9.Telemarketing

Principais competências: telemarketing, atendimento ao cliente, vendas, etiqueta ao telefone
Cargos comuns: representante de telemarketing, operador(a) de telemarketing e especialista em telemarketing

Empregos em alta: 10. Cargos de apoio à saúde

Principais competências: experiência em farmácia e com medicamentos, funções de recepcionista, atendimento ao paciente, análises clínicas e gestão de saúde
Cargos comuns: assistente de farmácia, consultor(a) de saúde, gerente de operações clínicas, encarregado(a) médico(a), coordenador(a) médico, assistente de saúde

Empregos em alta: 11. Serviços criativos

Principais competências: ilustração, arte, ZBrush, jornalismo, design gráfico, modelagem 3D, redação, Adobe Illustrator
Cargos comuns: ilustrador(a), artista 3D, redator(a), figurinista e designer gráfico

Empregos em alta: 12. Análises de dados

Principais competências: Apache Spark, Hadoop, SQL, Python, Data Science, Tableau, Google Analytics
Cargos comuns: engenheiro(a) de dados, analista de dados, analista de desempenho e analista de validação

Empregos em alta: 13. Cargos de sucesso de clientes

Principais competências: atendimento ao cliente, experiência do cliente, negociação, planejamento de negócios, liderança de equipe e central de atendimento
Cargos comuns: atendimento ao cliente, líder de equipe de atendimento ao cliente, especialista em central de atendimento, gerente de sucesso do cliente, parcerias estratégicas e gerente de experiência do cliente

Empregos em alta: 14. Profissionais do setor de varejo

Principais competências: vendas no varejo, merchandising, vendas, atendimento ao cliente e marketing
Cargos comuns: especialista em varejo e especialista em merchandising

Empregos em alta: 15. Especialista em saúde mental

Principais competências: psicoterapia, psicologia, psicologia de aconselhamento e saúde mental
Cargos comuns: psicoterapeuta e psicólogo(a) clínico(a)

Empregos em alta: Ajudando os candidatos a encontrar novas oportunidades

Para ajudar os profissionais que estão em busca de novas oportunidades, os usuários da plataforma podem continuar a usar a moldura de foto do perfil #OpenToWork para sinalizar aos empregadores que estão procurando novas oportunidades.
Nossos dados mostram que os usuários que já adotaram a ferramenta estão recebendo 40% mais mensagens de recrutadores e são 20% mais propensos a receber mensagens dos seus colegas na rede.
Além disso, essa função também é disponível para recrutadores, profissionais de RH e gerentes que estão contratando. Basta incluir na moldura de foto do perfil a #Hiring para sinalizar cargos em aberto para sua rede, de modo que os candidatos possam ver facilmente quem está contratando.
Para desenvolver novas habilidades, os usuários podem acessar ainda os cursos de aprendizagem gratuitos da Microsoft e do LinkedIn disponíveis aqui. São nove trilhas de aprendizagem com mais de 90 cursos em português.

Empregos em alta: Metodologia

Os empregos em alta são definidos como as categorias de carreira que tiveram as maiores taxas de crescimento anual em contratações, considerando o período de abril de 2020 a outubro de 2020.
A equipe de Ciência de Dados do Economic Graph do LinkedIn analisou mais de 15.000 cargos para descobrir os cargos que mais cresceram em comparação com os níveis de 2019, sendo que esses títulos foram agrupados em tendências de carreira abrangentes que capturam até 25 cargos em cada categoria.
As tendências de carreira são classificadas usando uma combinação da taxa de crescimento ano a ano combinada com o tamanho bruto da demanda de empregos.

Empregos em alta: Sobre o LinkedIn

O LinkedIn é a maior rede social profissional do mundo.  Estamos presentes em mais de 200 países e contamos com mais de 740 milhões de usuários, sendo deles 47 milhões de brasileiros.
Ajudamos a conectar os profissionais do mundo a oportunidades de emprego e a transformar a forma com que as empresas contratam, divulgam suas marcas e vendem. Nossa visão é criar oportunidades econômicas para todos os usuários do mercado de trabalho.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui