LinkedIn como usar para ser chamado para entrevistas

LinkedIn como usar

LinkedIn como usar para ser chamado para entrevistas de emprego: esse é o tema do nosso artigo de hoje. Com 29 milhões de usuários cadastrados no Brasil, o LinkedIn é, com certeza, a maior rede de empregos do mundo. Mas muito mais do que uma plataforma de vagas de trabalho, o LinkedIn tem se tornado um espaço para relacionamento profissional e troca de conteúdos. Independentemente da sua finalidade, saber como usar o LinkedIn é essencial para tirar o máximo de proveito de todas as suas funcionalidades.

LinkedIn como usar: como funciona o LinkedIn

Primeiramente, vamos entender como funciona o LinkedIn. Assim como o Facebook e o Instagram, o LinkedIn é uma rede social, ou seja, é um espaço de relacionamento. A grande diferença é que o LinkedIn é focado apenas em carreiras e, por isso, todo o conteúdo é profissional.

Cada usuário tem o seu perfil que, diferentemente de outros canais, é mais completo de informações: experiências profissionais, cursos, formação acadêmica, trabalho voluntário, certificados, diplomas, etc.

As conexões são como se fossem os amigos do Facebook. Porém, no LinkedIn você se conecta com o máximo de profissionais possíveis e não apenas pessoas que você conhece. Por isso, é importante procurar recrutadores, headhunters, profissionais de RH, profissionais com o mesmo cargo que o seu em outras empresas e referências da sua área no mercado.

Feito isso, o relacionamento se dá com o conteúdo, que é postado e exibido no feed de notícias.

E, por fim, o LinkedIn divulga vagas de emprego em diversas áreas e locais. Basta usar o filtro de requisitos das oportunidades e começar a se cadastrar.

LinkedIn como usar: primeiros passos

Muito bem, o primeiro passo é criar o seu perfil na rede. E, caso você ainda não tenha criar o seu perfil, clique aqui e comece agora mesmo.

Você precisa de um e-mail de cadastro. Aqui, importante: use um e-mail que você acesse sempre. Isso porque uma das maiores reclamações dos recrutadores na rede é justamente a demora na resposta dos candidatos. Além disso, escolha um e-mail que não tenha apelidos e seja mais formal.

O segundo passo é colocar o seu cargo atual. Coloque de forma mais completa possível o seu cargo. Por exemplo, em vez de colocar apenas jornalista, coloque jornalista digital esportivo, se esse for o caso. Isso ajuda com as palavras-chaves.

Em seguida, escolha uma foto de perfil. Como vimos, o LinkedIn é um canal profissional. Por isso, coloque uma foto mais séria, com fundo neutro e que mostre bem o seu rosto. Lembre-se, colocar uma foto é fundamental. Quase todos os perfis que não têm foto são descartados antes mesmo de serem lidos pelos recrutadores.

LinkedIn como usar: preencher seu perfil adequadamente

Ao lado da sua foto de perfil, irá aparecer um botão azul escrito Adicionar Seção do Perfil. Clique em cada tópico e comece a preencher com suas informações profissionais.

Como já dissemos, é importante ter o máximo de informações no seu perfil do LinkedIn. Isso ajudará o recrutador na hora que ele analisar o seu currículo na rede. Além disso, quanto mais informações, mais chances de usar palavras-chaves e, com isso, você também aparece mais nas buscas dos recrutadores. Se possível, portanto, preencha o máximo de seções possíveis.

Por fim, ao lado do botão azul terá um outro botão com um desenho de um lápis. É lá que você vai editar sua foto de capa, bem como seu título, cidade e telefone de contato.

Bem, a foto de capa não é decisiva para você ser chamado para uma entrevista de emprego. Tampouco ajuda o seu perfil a aparecer mais nas buscas. No entanto, essa imagem ao fundo pode expressar um pouco do seu perfil e deixá-lo mais simpático. Atenção com os dados pessoais: coloque sua cidade, telefone e confira seu e-mail aqui.

Outro ponto importante é o seu título. Lembre-se: aqui você irá colocar um slogan sobre você mesmo. Pense em algo criativo como: designer com a missão de criar imagens que vendam sonhos. Ou pode ser mais direto: jornalista com 10 anos de experiência com digital. A única coisa que não pode colocar é “desempregado” ou “em busca de uma recolocação”. Isso porque ninguém busca um profissional usando esses termos, além de não ser nada chamativo.

LinkedIn como usar: tenha uma URL personalizada

Por padrão, a URL do seu perfil tem um monte de letras junto com o seu nome. É importante, contudo, que você edite sua URL para ela ficar mais amigável. Isso ajuda na hora de compartilhar o seu perfil com os recrutadores, inserir no seu currículo e incluir em outros sites de vagas de emprego.

No canto superior direito tem a opção Editar perfil público e URL. Mais uma vez no canto superior direito, tem a opção de editar a URL. Tente deixá-la apenas com seu nome e sobrenome e algum caractere.

Nessa tela, aproveite para conferir se a visibilidade do seu perfis está pública. É importante deixar todas as opções públicas. Assim, qualquer pessoa tem acesso ao conteúdo do seu perfil, mesmo sem ser uma conexão sua.

LinkedIn como usar para encontrar emprego

Muito bem, agora que o seu perfil está completo (atente-se para ver se a classificação dele está como Campeão), chegou a hora de buscar vagas de emprego no LinkedIn.

No menu superior, clique na opção Vagas. Em seguida, use o filtro pra buscar a vaga mais adequada para você. Ao preencher o filtro, você será direcionado para uma página com várias oportunidades de vaga. Algumas candidaturas são simplificadas, ou seja, você se candidata com apenas um clique. Em outras, você será direcionada para uma página de cadastro da empresa que oferece a vaga.

Importante: no canto superior esquerdo irá aparecer a opção Alerta de Vagas. Ative esse botão e comece a receber alertas assim que novas vagas forem divulgadas.

LinkedIn como usar para fazer networking 

No início, dissemos que o LinkedIn já não era mais uma plataforma destinada apenas a procura de emprego. Um dos grandes benefícios do LinkedIn é fazer networking na rede, ou seja, estabelecer contatos profissionais com diferentes pessoas.

Existem algumas formas de se fazer isso. Uma delas é participar de grupos de discussão. Procure grupos relacionados a sua área ou outros do seu interesse e participe ativamente. Compartilhe conteúdos relevantes e comente nos posts dos outros participantes. Você pode fazer isso no seu feed também. Poste conteúdo próprios ou compartilhe outros em sua rede. E não deixe de interagir com sua rede nas postagens deles também.

Bem, você não gosta muito de escrever textos e posts? Pois bem, você pode compartilhar matérias no seu feed. Que tal compartilhar essa matéria no seu LinkedIn?

 

Dica Bônus: como ter um perfil campeão no Linkedin

 

Certamente, você percebeu que existe muita estratégia em como usar o LinkedIn, certo? Também é preciso saber como se relacionar na rede para garantir um bom networking.

Se você quer aperfeiçoar o seu perfil do LinkedIn e ter a classificação de perfil Campeão, conheça o nosso curso Os Segredos do Linkedin. Nele, vamos criar um perfil do zero e ensinar você a preencher todas as seções da forma mais inteligente e chamativa.

Também iremos ensinar como escrever cada tópico, como usar palavras-chaves, dicas de foto de capa, como postar conteúdos relevantes e se relacionar com sua rede. Veja também como procurar emprego da melhor forma no LinkedIn. Quer dar um upgrade na sua carreira, então conheça nosso curso aqui.

pub-2012670429573875