O que inspira as líderes do amanhã?

Líderes do amanhã

Winnin e Todas Group apresentam conteúdos e creators que são referências para mulheres quando o assunto é empreendedorismo, finanças, saúde mental e igualdade de gênero.

Conteúdo desenvolvido por mulheres para mulheres. É o que está engajando o público feminino nas redes sociais segundo o relatório “O que inspira as líderes do amanhã?”, realizado pela Winnin, martech que mapeia a cultura nas redes com inteligência artificial, em parceria com a Todas Group, plataforma educacional digital que democratiza o acesso às maiores líderes do país, impulsionando a jornada profissional de Todas as mulheres.

De acordo uma análise feita pela Todas Group com base em levantamentos do Sebrae e The Atlantic, 70% das mulheres não têm referências femininas como inspiração, e esse é um dos principais motivos que impedem mulheres de chegar em posições de liderança.

Assim, com o uso de inteligência artificial, a Winnin analisou a audiência de conteúdos e influenciadoras digitais nas redes Instagram, Facebook e YouTube, referências relevantes para mulheres em quatro assuntos: empreendedorismo, finanças, saúde mental e igualdade de gênero.

“Quando uma mulher avança profissionalmente, ela abre caminho para todas. E quando ela compartilha sua trajetória, faz todas as outras se reconhecerem e empoderarem.

Por isso, desenvolvemos esse estudo junto com a Winnin, uma das poucas empresas de tecnologia em que mais da metade dos colaboradores são mulheres, criando um guia para líderes do amanhã”, comenta Tati Sadala, co-fundadora do Todas Group.

Já a Victoria Cosato, Head de Estratégia Criativa da Winnin, explica que o relatório é apenas uma das ações que a startup desenvolveu para promover debates e discussões sobre a mulher no mercado de trabalho.

“Com essa iniciativa, queremos que todas as colaboradoras se sintam bem no seu próprio ambiente profissional e tenham acesso a ferramentas para crescerem na área em suas respectivas funções de uma maneira saudável”, conta. Atualmente, as mulheres na Winnin já representam 52% do quadro de colaboradores.

Confira abaixo os principais dados e creators que estão inspirando as líderes do amanhã, mulheres que já estão no mercado de trabalho e querem se tornar referência em suas respectivas área de atuação:

Líderes do amanhã: Empreendedorismo

O gênero feminino já representa 37,2% da audiência em vídeos relacionados a empreendedorismo. Em julho de 2020, por exemplo, somente views de mulheres em conteúdos audiovisuais chegaram a aproximadamente 3 milhões, quase se equiparando a audiência do público masculino, que somou pouco mais dos 5 milhões.

Se levarmos em consideração a idade, dos 18 aos 24 anos a audiência feminina é quase a mesma da masculina. Além disso, nos picos de relevância para audiência feminina, muitos conteúdos são feitos por mulheres. Entre as influenciadoras digitais que estão se tornando relevantes no assunto estão perfis como Nina Silva, CEO do Movimento Black Money, Ana Paula Xongani, apresentadora da GNT, e Maite Schneider, co-fundadora do projeto TransEmpregos.

Líderes do amanhã: Economia e Finanças

Quando o assunto é organização financeira, 41,6% da audiência dos vídeos é do gênero feminino. Sendo que mulheres entre 18 e 24 anos somam uma audiência maior do que homens da mesma faixa etária.

Nath Finanças, Julia Mendonça, especialista em investimentos para iniciantes, Carol Sandler, do Finanças Femininas, e Gabriela Mosmann, economista, são as creators que estão influenciando as líderes do amanhã nas redes.

Dados do Instagram, Facebook e YouTube coletados pelo Winnin Insights mostram que mulheres entre 18 a 24 anos somam uma audiência maior do que homens em conteúdos sobre finanças.

Líderes do amanhã: Saúde Mental

O estudo ainda aponta que as mulheres assistem a mais conteúdos sobre saúde mental e emocional do que homens, representando 62% da audiência. Influenciadoras como Alexandra Gurgel, Ju de Paulla e as jornalistas Maíra Azevedo e Suyane Ynaya estão entre os perfis femininos que inspiram as líderes do amanhã a terem mais autoconfiança e inteligência artificial.

Líderes do amanhã: Igualdade de gênero

Neste tópico mulheres e homens dividem quase a mesma porcentagem da audiência, com 48,5% sendo do gênero feminino. No entanto, podemos ver um pico no interesse masculino nos últimos meses.

Apontando que esse conteúdo também é procurado por homens buscando desconstrução e conhecimento. No segmento, creators como Vivi Duarte, CEO da Plano Feminino, Djamila Ribeiro, mestra em filosofia política, Gabriela Loran, atriz, e Daniela Cachich, VP de marketing da Pepsico Foods Brasil são alguns dos perfis que engajam cada vez mais mulheres nas redes.

Dados do Instagram, Facebook e YouTube coletados pelo Winnin Insights mostram que homens somam uma audiência maior nos vídeos online sobre igualdade de gênero

Líderes do amanhã: Sobre a Winnin

Fundada em 2015 por Gian Martinez, a Winnin é uma martech que empodera a criatividade por meio da ciência de dados. Líderes globais como AB Inbev, Danone, Coca-Cola, Nestlé, entre outros, confiam na Winnin para tomarem decisões melhores e mais relevantes.

O Winnin Insights, software proprietário de inteligência de vídeo, mapeia novas tendências emergentes de acordo com múltiplas variáveis como setor, público-alvo e objetivo de negócios, entregando insights e permitindo que marcas e agências ajam rapidamente para criar produtos, ações e estratégias que se conectem ao espírito do tempo e aos consumidores de amanhã.

Com sócios como Coca-Cola e ZX Ventures e sede no Rio de Janeiro, a Winnin tem um time formado por mais de 70 pessoas e, mesmo durante a pandemia, segue crescendo, com vagas abertas e contratando.

Leia também – Que tipo de líder você é? Descubra agora.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui