Como escrever um currículo: dicas para as experiências profissionais

como escrever um currículo

Você sabe como descrever suas experiências no CV?

Dentre todos os tópicos de um currículo, um dos mais importantes é o que refere-se às experiências profissionais. É nessa parte que o recrutador vai identificar o grau de conhecimento de cada candidatos, quais oportunidades eles tiveram contato, áreas de atuação e resultados obtidos. Afinal, como escrever um currículo? Vamos focar mais na parte de experiências profissionais aqui. Para aprender todos os outros tópicos, clique aqui.

Sabemos que um bom currículo é o único instrumento que os selecionadores têm para avaliar profissionais antes de convidá-los para uma entrevista de emprego.

Portanto, preste atenção em cada frase do seu currículo no intuito de criar uma comunicação estrategicamente vendedora e que desperte a curiosidade dos recrutadores para saberem mais sobre você.

Dessa vez, vamos trazer dicas sobre como montar a parte de Experiências Profissionais no seu currículo. Convidamos o Alexandre Fleury, diretor de RH e coach com 17 anos de experiência em Recursos Humanos para falar do assunto.

Além da vasta experiência na área, o Alexandre é o idealizador do canal SIMPLES OLHARH no YouTube.

PC – Por que a parte de Experiências Profissionais é tão importante em um currículo? Como escrever as experiências da melhor forma?

Quando o recrutador recebe um currículo para primeira triagem, irá procurar por informações específicas e necessárias para a vaga em questão.

Deixar claro no currículo as empresas em que trabalhou e as principais e significativas atividades e resultados, ajudará ao recrutador identificar o que busca de informação.

PC – Quais os principais erros que os candidatos cometem ao escrever esse tópico no currículo?

Um erro que percebo na maioria dos currículos é não informar o porte e características da empresa em que trabalha ou trabalhou.

Algo simples como: Empresa multinacional de varejo com mil colaboradores no Brasil.

Nem todos trabalharam em empresas conhecidas. Então, deixar claro esta informação otimizará o tempo do recrutador, pois não precisará buscar a informação.

Outro erro é quantidade de informação das atividades ou responsabilidades em cada experiência. Dependendo do tempo, cargo e área de atuação esta lista pode ser grande.

Por isso, foque no que está de acordo ao seu objetivo profissional, nas atividades de maior responsabilidade e os resultados obtidos.

E por último, considero que descrever suas competências comportamentais deve ser evitado em qualquer parte do currículo.

Recebo muitos currículos com a informação de que o profissional possui excelente competência de agilidade, por exemplo.

As competências serão avaliadas pelo recrutador no momento na entrevista.

PC – Quais dicas você dá para escrever as experiências profissionais no currículo?

  • Deixe claro o tempo em que trabalhou em cada empresa.
  • Informe o porte e negócio ao qual pertence a empresa.
  • Caso tenha um histórico de crescimento de carreira em diferentes cargos ou senioridades, esclareça esta informação para que o recrutador entenda seu histórico de crescimento.
  • Seja objetivo ao descrever suas responsabilidades e com foco nas atividades estratégicas.
  • Descreva pelo menos dois resultados obtidos em projetos ou atividades e que foram significativas para a área e/ou empresa.
  • Evite descrever uma lista muito grande de atividades, tente colocar de cinco a seis itens.

PC – Tem que dizer o motivo de saída do trabalho nessa parte?

 Não. Esta informação deve ser dita em um contato telefônico do recrutador ou na entrevista de emprego.

PC – Mudei muito de emprego, qual dica você dá para escrever isso de forma atrativa no currículo?

Se você teve a oportunidade de trabalhar em diferentes empresas, seu currículo não será mais ou menos atrativo.

Portanto, isso é uma realidade de sua carreira e das suas escolhas. Coloque toda a informação e seja claro e aberto no momento da entrevista ou contato telefônico. Isso ajuda a explicar o motivo de uma alta rotatividade no mercado.

PC – Devo escrever a minha rotina de trabalho com detalhes mais técnicos no currículo?

Se sua atividade é técnica ou ligada a tecnologia, crie uma sessão no currículo chamada Conhecimento Técnico. Assim, lá você descreve o seu conhecimento nas tecnologias ou linguagens deixando claro em quais delas possui certificação.

Se sua atividade de trabalho necessita de conhecimento e experiência em sistemas específicos na sua área de atuação, descreva este conhecimento em um item da parte de Qualificação Profissional. Como escrever experiências no currículo é específico para cada caso, atente-se ao melhor modelo para você.

PC – Quantas experiências profissionais são recomendáveis incluir no currículo? 

Primeiramente todas! No entanto, se são muitas e seu currículo terá mais de 3 páginas, considere as últimas três ou quatro experiências. Agora, você não tem mais dúvidas sobre como escrever suas experiências no currículo.

Lembre-se que as redes sociais também são acessadas pelos recrutadores.

Por isso, em seu perfil no Linkedin coloque todo seu histórico profissional e em seu currículo em Word ou PDF, inclua ao final o link para a rede social.

 

Veja aqui alguns exemplos de modelos de currículo para baixar.

Ficou com alguma dúvida? Escreva para a gente!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui