Como ampliar a diversidade LGBT+ nas empresas

Como Trabalhar a Diversidade nas Empresas

Como trabalhar a diversidade nas empresas: no mês em que se celebra o orgulho LGBT+, discussões sobre inclusão e diversidade devem ser reforçadas nas empresas, principalmente em período de isolamento social. Confira algumas ações que podem fazer a diferença.

O ambiente de trabalho ideal deve ser acolhedor e inclusivo. Entretanto, 66% dos profissionais LGBT+ acreditam que assumir sua identidade poderá ferir sua carreira profissional. O levantamento foi realizado no ano passado pela Glassdoor, com mais de 1.540 profissionais, indicando que grande parte da comunidade ainda sente receio em demonstrar quem é no ambiente de trabalho.

Como trabalhar a diversidade nas empresas: impacto na motivação e produtividade

A discussão sobre o respeito e a promoção de direitos LGBT+ tem se aproximado cada vez mais de empresas. Companhias que investem em programas inclusivos costumam ter melhores resultados financeiros e também maior índice de motivação e produtividade. Diante deste cenário, empresas estão criando estratégias para ampliar a diversidade LGBT+ , adaptando ações inclusivas para engajar seus colaboradores em meio à situação de isolamento social devido à pandemia de coronavírus.
Um grande exemplo disso é o da multinacional Bayer. No mês em que se celebra o orgulho LGBT+, a empresa irá promover uma série de ações virtuais para a Semana do Orgulho LGBT+, de 22 a 28 de junho.
Diretora de Inclusão e Diversidade na Bayer, Aline Cintra alerta que manter o tema em evidência na empresa é importante para combater o preconceito inconsciente. “Todos nós partimos de algum ponto de vista para nos relacionarmos no trabalho ou com amigos. Neste momento de isolamento, é muito importante combatermos esses preconceitos inconscientes para priorizarmos a diversidade na nossa sociedade”, explica.

A programação da companhia inclui rodas de conversa online, dicas para comemorar o Dia Internacional do Orgulho LGBT+ em casa e vídeos inspiradores sobre experiências de vida de diversos colaboradores da empresa. As ações terminam com uma live no dia 28/06, realizada pelo Instagram da Bayer Brasil, com a participação de Vitor di Castro, do Quebrando Tabu .
Confira outras iniciativas de diversidade LGBT+ da companhia para se inspirar:

Como trabalhar a diversidade nas empresas: Blend

O Comitê de Diversidade da companhia possui diferentes grupos de afinidade. Um deles é o Blend, responsável por promover respeito e equidade para a comunidade LGBT+. É uma iniciativa global da Bayer que busca e apoia um ambiente inclusivo, confiável, livre de preconceitos e íntegro para todos.

Como trabalhar a diversidade nas empresas: cartilha LGBT+

Um grupo de colaboradores voluntários do Blend produziu uma cartilha com o objetivo de explicar os principais termos relacionados à sexualidade e à comunidade LGBT+, principais dúvidas sobre o tema, direitos, mitos e fatos e a importância de um ambiente diverso.

Como trabalhar a diversidade nas empresas: toaletes de uso por identidade de gênero

A companhia recentemente fixou placas de uso de toalete de acordo com a identidade de gênero. O objetivo é reforçar a conscientização para inclusão LGBT+, priorizando a liberdade e a individualidade das pessoas.

Como trabalhar a diversidade nas empresas: Programa de Mentoria de Empresas de Diversidade (PMED)

O programa foi lançado em 2017 com o objetivo de contribuir para a redução das diferenças no ambiente corporativo e aumentar as oportunidades de empreendedorismo. Trata-se de uma iniciativa de mentoria extensiva voltada às empresas inscritas, com duração de um ano, para apoiar o desenvolvimento e fortalecimento dos grupos tidos como minorias. Podem participar do projeto, empresas nas quais mais de 50% do quadro de funcionários seja constituído por grupos afrodescendentes, LGBTs, indígenas, pessoas com deficiência, mulheres, além de companhias localizadas em comunidades próximas às operações da Bayer ou fora dos grandes centros urbanos, que historicamente tiveram ausência de oportunidades sociais e econômicas. São oferecidos treinamentos, em diversas áreas de negócios, ministrados por funcionários e líderes voluntários da multinacional.

Como trabalhar a diversidade nas empresas: licença-paternidade

A Bayer adota a licença paternidade estendida de 20 dias. Esta prática também é válida para casais homoafetivos quando adotam crianças. Isso possibilita que o pai tenha mais tempo de dedicação aos cuidados com seu bebê e com sua família.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui