Mulheres na tecnologia: B2Mamy lança programa inédito para formar mães líderes em tecnologia

mulheres na tecnologia

Mulheres na tecnologia: “Ela é CTO” treina mulheres para diminuir desigualdade de gênero no mercado da tecnologia.

A aceleradora B2Mamy , primeira empresa que capacita e conecta mães ao ecossistema de inovação e tecnologia para que elas sejam líderes e livres economicamente, inclui em seu portfólio mais um programa, dessa vez focado no mercado da tecnologia . De acordo com o IBGE, esse mercado é o que mais cresce no mundo e apenas 20% das vagas são ocupadas por mulheres.

O programa Ela é CTO Launchpad Women nasceu de uma parceria da B2Mamy com o Launchpad Women, programa do Google Developers Relations voltado para mulheres na tecnologia. O principal objetivo da iniciativa é reduzir o gap de gênero nesse setor e formar mães para serem líderes na tecnologia.

Mulheres na tecnologia: formatos de cursos

São dois formatos de cursos: Basic e Pro. A versão Ela é CTO Pro será voltada para quem já tem familiaridade com tecnologia e quer aprimorar o currículo. Já o Ela é CTO Basic, funcionará como o primeiro passo para quem gostaria de iniciar na area de tecnologia, tanto para empreender, quanto como maneira de recolocação no mercado de trabalho.

Em virtude do isolamento social, a primeira edição do Ela é CTO Pro será completamente online e terá a duração de 6h, no próximo dia 24 de junho . Esse curso será voltado para mulheres e mães que pretendem adquirir conhecimentos e ter mais familiaridade com Firebase , plataforma do Google de desenvolvimento de aplicativos para dispositivos móveis e web. As aulas contarão também com a ajuda de uma instrutora: Evelyn Mendes é Google Developer Expert em Firebase e irá explicar como explorar as diversas funcionalidades da plataforma.

Mulheres na tecnologia: inscrições
Para se inscrever no programa Ela é CTO Pro Firebase , o custo é de R﹩ 218,90 e o pré-requisito para o formato Pro é ter conhecimento prévio em HTML, CSS e Javascript.

Serviço:

Ela é CTO Pro
Dia 24 de junho, quarta feira, das 10h às 17h30
Investimento: R﹩ 199,00 (+ taxa de R﹩ 19,90)

Mulheres na tecnologia: conheça histórias de sucesso

 

Danielle Franklin é formada em Ciência da Computação, mas sempre gostou de trabalhar com pessoas. Quando terminou a faculdade, no final da década de 1990, o mercado de Tecnologia da Informação começava a se popularizar no Brasil, ainda encabeçado por homens. Foi nessa época que ela e uma amiga abriram uma empresa, inicialmente para prestar serviços de consultoria em administração de sistemas para o antigo Bom Preço (atual Walmart). Eram duas mulheres na TI.

A rotina de gerenciar o próprio negócio lhe deu a oportunidade de entrar em contato com o que mais gostava. “Vendíamos, gerenciávamos e implementávamos os projetos, já que éramos uma empresa de duas pessoas. Mas, conforme a empresa crescia, fui percebendo o quanto eu gostava do dia a dia do comercial, ou seja, de buscar clientes, ir a reuniões, entender os problemas, identificar soluções”, relembra.

Assim, Danielle especializou-se nos processos da área comercial, mas a formação em TI continuou sendo fundamental, mesmo depois de todos esses anos. Afinal, hoje ela é diretora comercial na Stefanini Scala, empresa de governança em TI. “Se eu não souber realmente do que estou falando – tecnicamente e do ponto de vista do negócio –, não conquisto tão rapidamente a confiança do cliente”. Por isso, para ela, a atualização sobre o universo de TI é parte constante do trabalho.

Leia entrevista completa aqui.

Mulheres na tecnologia: vagas de emprego na área

A TOTVS, maior empresa de tecnologia do Brasil, anuncia a abertura de mais de 100 vagas de emprego para TI. As vagas já estão abertas, e os profissionais de tecnologia interessados poderão concorrer para atuar em projetos estratégicos e áreas das diversas frentes em que a TOTVS atua, com oportunidades para atuar com telemetria, monitoramento de dados, cloud e projetos da TOTVS Techfin.

Neste primeiro momento, a empresa realizará as entrevistas, bem como receber á os novos contratados de maneira online, com direito a integração remota e ao vivo. Os materiais básicos para exercerem as atividades (computador, materiais ergonômicos e de escritório) serão enviados para as casas os novos colaboradores.

Veja matéria completa aqui.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui